Cidadeverde.com
Política

Rafael Fonteles diz que "bate palmas" em caso de consenso na eleição da Alepi

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Em entrevista ao Jornal do Piauí nesta quinta-feira (17), o governador eleito Rafael Fonteles (PT) disse que vai “bater palmas” caso os deputados cheguem a um consenso para a escolha do novo presidente da Assembleia Legislativa (Alepi). Por outro lado, pontuou que caso não seja possível o entendimento a disputa não trará prejuízo para a base aliada. 

“Se chegarem a um consenso eu vou bater palmas, significa que a casa resolveu a disputa sem precisar da eleição, mas se houver a disputa como está o cenário neste momento, não há problema nenhum. Não vai gerar, na minha visão, nenhum prejuízo. Nem a casa nem ao governo, que são poderes harmônicos e independentes”, afirmou o futuro governador. 

Na avaliação de Rafael Fonteles, o cenário já é bastante positivo para o governo uma vez que os dois postulantes à vaga, os deputados Franzé Silva (PT) e Severo Eulálio (MDB), integram sua base aliada na Alepi. Ele descarta interferência na eleição da casa legislativa e reforça que ambos são bons nomes para o comando do parlamento estadual. 

“Fiquei feliz de ver que a coisa caminha para deputados que são da nossa base ocupar a presidência. Isso é o que eu poderia desejar, apenas, interferir, jamais. Então essa eventual disputa caberá aos pares escolherem o melhor nome para conduzir a casa a partir de fevereiro do ano que vem”, destacou o governador eleito. 

Por fim, Rafael Fonteles garantiu que sua filiação partidária não será preponderante para garantir o PT na presidência da Alepi. “Fui eleito governador com a força de todos os partidos, agora tenho que separar o Rafael militante, filiado ao PT, do Rafael governador. Temos que governar com todas as forças”, concluiu o petista. 

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir