Cidadeverde.com
Esporte

Marquinhos diz ter sentido falta de Neymar, mas destaca atuação de Rodrygo

Imprimir

O zagueiro Marquinhos reconheceu a falta que Neymar faz para a seleção brasileira, mas destacou a qualidade do elenco e a atuação de Rodrygo na vitória por 1 a 0 sobre a Suíça nesta segunda-feira (28), no Estádio 974, pela segunda rodada da Copa do Mundo Qatar 2022.

A equipe de Tite garantiu vaga nas oitavas de final.

O Brasil foi a campo com Fred no lugar de Neymar, mas Rodrygo entrou no intervalo na vaga de Lucas Paquetá e o desempenho melhorou.

"A gente sabe da falta que ele faz, é um grande jogador, faz a diferença quando jogo tá duro chama pra ele, cria jogadas. Hoje [segunda] provamos que temos jogadores de qualidade para seguir suprindo a falta do Ney.

Vimos o Rodrygo entrando e jogando muito. Jogo hoje foi muito duro, mas a gente criou, conseguiu e a molecada entrou bem e espero que continue assim até o Ney voltar", disse Marquinhos.

O zagueiro Eder Militão, escalado como lateral-direito hoje, também falou sobre a falta de Neymar.

"A falta que ele faz é muito grande, a qualidade dele não tem nem o que falar. Eu acho que a gente fez uma boa partida. O Fred, o Rodrygo... fizeram um bom jogo e isso mostra que o Brasil tem um belo grupo", afirmou.

O lateral-esquerdo Alex Telles, que entrou nos minutos finais contra a Suíça e estreou em Copa do Mundo, foi outro a comentar a ausência de Neymar.

"Toda equipe sente [falta do Neymar] Jogador como Neymar não estando com a gente, mas também temos jogadores que conseguem suprir essa falta. Mas falando de Neymar que é nossa referência técnica e um dos capitães, a gente sente falta e torce para ele recuperar rápido para nos ajudar de novo, tanto ele quanto o Danilo. 

Neymar faz falta para qualquer equipe, no auge da carreira dele faz falta, claro. Mas hoje tínhamos tanto o Paquetá quanto o Rodrygo, e o Rodrygo tem uma característica parecida com o Ney, então temos jogadores para suprir a ausência. Logo ele está com a gente novo", opinou.

Neymar não deve enfrentar Camarões na sexta-feira (2), mas pode ficar à disposição nas oitavas. O adversário sairá do Grupo H, formado por Portugal, Uruguai, Gana e Coreia do Sul.

O Brasil precisa de um empate diante de Camarões no Estádio Lusail, a partir das 16h (de Brasília), para ficar com o primeiro lugar e enfrentar o segundo colocado do Grupo H.

Fonte: UOL-FOLHAPRESS

Imprimir