Cidadeverde.com
Política

Mudanças na Irrigação e Mineração já tramitam na CCJ da Alepi

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

Duas propostas da reforma administrativa do governador eleito Rafael Fonteles (PT) já tramitam na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). Os textos estão em análise na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e tem a perspectiva de serem votados antes do recesso parlamentar.

Uma das mudanças é a da Coordenação de Irrigação, que passará a ter o status de Secretaria de Irrigação. Conforme o próprio governador eleito, o deputado Firmino Paulo (PT) assumirá o comando da pasta. Ele deixa o Legislativo para ir ao Executivo. Assim, o primeiro suplente da federação PT/PV e PCdoB, Warton Lacerda (PT) poderá assumir sua cadeira.

Mineração

A outra mudança que já tramita na Casa é da Secretaria de Mineração. A pasta terá uma mudança de nome: passa de Secretaria de Mineração, Petróleo e Energias Renováveis para Secretaria de Desenvolvimento Regional, Recursos Energéticos e Minerais.

A alteração encaminhada pela governadora Regina Sousa (PT) prevê que a pasta passará a ter abrangência para realizar obras, inclusive aquelas de pavimentação. A indicação desta pasta é do deputado Themistocles Filho (MDB), vice-governador eleito.

“Realizar obras estruturantes, cabendo-lhe projetar, licitar, executar, fiscalizar, receber, direta ou indiretamente, obras e serviços de engenharia de construção de logradouros públicos e pavimentação de vias públicas nas zonas urbana e rural; construção, manutenção e conservação de rodovias estaduais, pavimentadas ou não”, descreveu a proposta governamental.

 


Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir