Cidadeverde.com
Vida Saudável

Método Canguru envolve cuidado humanizado e contato pele a pele; entenda como funciona

Imprimir

Foto: Freepik

 

O método Canguru é um modelo de assistência iniciado durante a gravidez de risco e que segue até a alta do recém-nascido. A prática consiste em colocar o bebê em contato com o corpo dos pais, em uma posição semelhante a que o canguru carrega seus filhotes. Um dos pilares dessa prática é o estímulo ao aleitamento materno, incentivando a presença constante da mãe junto ao recém-nascido. O contato pele a pele, no Método Canguru, começa com o toque dos pais na criança desde os primeiros momentos da internação, evoluindo até a posição canguru.

Estudos realizados em hospitais que praticam esse método demonstraram que o volume de leite diário é maior nas mães que realizam o contato pele a pele com o bebê. A proximidade da mulher com a criança permite um controle térmico adequado, o que contribui para a redução do risco de infecção hospitalar, reduz o estresse e a dor do recém-nascido e aumenta as taxas de amamentação. Também é possível observar melhora no desenvolvimento neurocomportamental e psicoafetivo do recém-nascido, além de propiciar um melhor relacionamento da família com a equipe de saúde.


Como funciona?

O recém-nascido de baixo peso fica em contato pele a pele, na posição vertical, junto ao peito dos pais.


Entre as principais vantagens trazidas pelo Método Canguru, estão:

. Reduzir o tempo de separação mãe/pai-filho;
. Favorecer o vínculo afetivo mãe/pai-filho;
. Possibilitar maior competência e confiança dos pais no cuidado do filho, inclusive após a alta hospitalar;
. Estimular o aleitamento materno, permitindo maior frequência, precocidade e duração;
. Possibilitar ao recém-nascido o adequado controle térmico;
. Contribuir para a redução do risco de infecção hospitalar;
. Reduzir o estresse e a dor;
. Propiciar melhor relacionamento da família com a equipe de saúde;
. Favorecer ao recém-nascido uma estimulação sensorial protetora em relação ao seu desenvolvimento integral;
. Melhorar a qualidade do desenvolvimento neuropsicomotor.

É no contato pele a pele que uma grande superfície do corpo da criança e da mãe se encontram, proporcionando diferentes trocas: táteis, auditivas, sensoriais, globais, entre outras. Os profissionais de saúde podem contribuir para que a experiência seja agradável ao recém-nascido e a todos que estão envolvidos no processo.

 

Da Redação com informações do Ministério da Saúde 

Imprimir