Cidadeverde.com
Esporte

Dani Alves se prepara para novo recorde com a Seleção Brasileira

Imprimir

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Aos 39 anos de idade, Dani Alves se prepara para bater mais um recorde com a camisa da Seleção Brasileira. Contra Camarões, nesta sexta-feira (2), às 16 horas (horário de Brasília), o lateral direito se tornará o jogador mais experiente a vestir a amarelinha em Mundial. O duelo encerra a fase de grupos e definirá o líder do grupo G da Copa do Mundo FIFA Qatar 2022.

Escolhido como capitão pelo técnico Tite, Dani Alves agradeceu a oportunidade de defender o Brasil em sua terceira Copa e que isso coroa toda a sua história pelo time.

“Representa o fato de poder vestir a camisa da Seleção Brasileira. Não importa a competição, não importa se é amistoso. O que importa é representar o país em uma Copa do Mundo. Isso é motivo de orgulho, motivo de estar aqui e ainda defender a Seleção. São muitos anos de história e agora é hora de encerrar o ciclo dentro da Seleção Brasileira jogando uma Copa do Mundo. Para mim é uma satisfação muito grande”, disse o lateral na véspera da partida.

Convocado pela primeira vez em 2006, Dani Alves disputará o seu 126º jogo como atleta da Seleção Brasileira. Presente três Mundiais, um a menos que o recordista Thiago Silva, o defensor relembrou a sua trajetória pelo Brasil e de tudo que o credenciou a ser chamado para a Copa do Mundo FIFA Qatar 2022.

“A vida me ensinou que quando você coloca sua mente no que você quer, coloca dedicação, trabalho, a vida te leva a lugares inimagináveis. Fazer parte dessa trip, dessa viagem, eu tenho certeza que vai ser única. São 16 anos colocando o meu melhor serviço à seleção. A vida premia quem ama o que faz, as pessoas que se entregam de corpo e alma. A minha missão na Seleção Brasileira sempre foi essa e estou colhendo o que plantei nesses 16 anos. Por isso que estou aqui”, avaliou.

Cortado por lesão da Copa do Mundo FIFA Rússia 2018, Dani Alves disputou os Mundiais de 2010 e 2014. Contra Camarões, ele foi escolhido por Tite para ser o capitão da equipe que vai brigar pela liderança do grupo G.

Com seis pontos conquistados e já classificada para as oitavas de final, a Seleção Brasileira precisa de um empate para garantir a primeira colocação sem depender de outros resultados.

 


Fonte: CBF

Imprimir