Cidadeverde.com
Política

Vereadores não abrem mão de emenda que reduz poder do prefeito no orçamento para 10%

Imprimir

Foto: Arquivo Cidade Verde

Os vereadores de Teresina bateram o martelo e informaram não abrir mão de um ponto da proposta orçamentária para o exercício de 2023: a manutenção da emenda que reduz o poder de remanejamento do prefeito Dr. Pessoa (Republicanos) de 35% para 10% no orçamento. 

O último dia do prazo para que o Palácio da Cidade devolveu o texto do orçamento, com veto parcial ou total, acaba nesta quinta-feira (07). Até o momento, o documento não foi protocolado no Legislativo. 

Os parlamentares tem dito que aceitam as propostas de distribuição do orçamento feita pelo Palácio da Cidade. Porém, cobram uma atenção maior para a fatia da Saúdes e Transporte. 

Ouvido pelo portal Cidade Verde, o vereador Luiz Lobão (MDB), explicou que a prefeitura poderá fazer remanejamentos acima de 10%, porém, terá que pedir a autorização à Câmara Municipal. 

“Como se manda um orçamento para cá e depois pode se remanejar do jeito que se quer, para onde queira determinar. Não concordamos com isso. Isso é possível de modificação. A prefeitura terá o poder de remanejar entorno de 10% e poderá remanejar mais, só que terá que passar com autorização da Câmara. Isso para que a população saiba para onde esse dinheiro vai”, explicou. 

Os vereadores argumentam que o Palácio da Cidade, historicamente, nunca remanejou mais do que 12% do orçamento ao longo do exercício. 

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir