Cidadeverde.com
Política

Enzo Samuel assume presidência da Câmara e diz que não vai criar obstáculos ao prefeito

Imprimir
  • WhatsApp_Image_2023-01-02_at_20_54_04.jpeg Péricles Mendel
  • WhatsApp_Image_2023-01-02_at_20_54_03.jpeg Péricles Mendel
  • WhatsApp_Image_2023-01-02_at_20_53_57.jpeg Péricles Mendel
  • WhatsApp_Image_2023-01-02_at_20_53_55.jpeg Péricles Mendel
  • WhatsApp_Image_2023-01-02_at_20_53_54.jpeg Péricles Mendel

O vereador Enzo Samuel (PDT) tomou posse como presidente da Câmara Municipal de Teresina na noite desta segunda-feira (02). A vereadora Pollyana Rocha foi empossada como vice-presidente, a primeira mulher a ocupar o cargo na história da capital. 

Enzo Samuel foi escolhido para sucessão de Jeová Alencar (Republicanos) em eleição antecipada da Mesa Diretora em junho de 2022. Chamou atenção a ausência de Jeová Alencar, deputado estadual eleito, na cerimônia. 

A posse de Enzo Samuel foi conduzida pelo decano da Casa, vereador Edson Melo (PSDB). Já o termo de posse foi lido pelo vereador Paulo Lopes (PSDB), primeiro secretário. 

Enzo Samuel iniciou o discurso que fez em tribuna citando um versículo da Bíblia: “A Ele toda honra e toda glória”. Ele seguiu agradecendo a própria família. “O caminho é feito de pedras que, por vezes, nos derrubam e precisamos da nossa família para nós levantar”, acrescentou. 

Fotos: Paula Sampaio

O parlamentar continuou traçando a trajetória que teve no movimento estudantil, a entrada no PCdoB, onde foi eleito pela primeira vez em 2016, e a ida para o PDT. 

“Agradeço também ao meu grupo político e, por que não dizer família? Nosso trabalho começou eram duas ou três pessoas que acreditavam, hoje o nosso grupo é bem maior […] Agradeço a Jeová Alencar que hoje se afasta, mas, foi um grande presidente, Evandro Hidd que é presidente do PDT”, destacou. “Agradeço também ao Deolindo Moura, comemos muito pão com mortadela na época do movimento estudantil”, brincou. 

O novo presidente fez questão de citar a todos os outros parlamentares da Casa na fala em que fez. Enzo Samuel destacou, inclusive, a presença do vereador Renato Berger (PSD). Quando foi eleito, o agora secretário era o nome cotado para ser o candidato à presidência com o apoio do grupo do Palácio da Cidade. 

Sendo também um dos vereadores mais jovens a assumir a presidência da Câmara, Enzo Samuel destacou a própria negritude e falou sobre questões de racismo. 

“Através da faculdade percebi que as oportunidades não são iguais para todos, percebi a importância da representatividade. Eleger na Mesa Diretora uma presidente negro é muito mais do que eleger um presidente. É dizer as pessoas negras que também podem chegar lá e ocupar espaços de relevância. É incentivar pessoas negras a ocupar posições de poderes”, declarou Enzo. 

O presidente da Casa finalizou o discurso dirigindo-se ao presidente da Eturb, João Duarte (Republicanos), que estava da Mesa de Honra, representando o prefeito Dr. Pessoa (Republicanos) que está em viagem a Brasília. Enzo Samuel disse ter sido bastante indagado por jornalistas se seria oposição ou situação, após ser eleito e respondeu ao filho do prefeito: “Quem ama a cidade jamais vai criar obstáculos, queremos criar pontes”, disse. 

O vice-governador Themistocles Filho (MDB) e o secretário de Governo Marcelo Nolleto também estiveram presentes na posse, bem como o secretário de segurança Chico Lucas e o presidente da OAB-PI Celso Barros. 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir