Cidadeverde.com
Vida Saudável

Casos de covid têm queda de 45% nos municípios, diz Sesapi

Imprimir

Foto: Estadão Conteúdo 

Os casos de covid-19 continuam caindo no Piauí. Segundo o boletim epidemiológico da 52ª semana (25 a 31 de dezembro), divulgado nesta terça-feira (3) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), a média móvel dos últimos 7 dias foi de 216 casos. Na semana anterior, a média estava acima de 300 casos (304). A variação nos últimos 14 dias aponta uma queda de 45% no número de casos.

Os óbitos no Piauí causados pela doença também seguem em queda. A média móvel dos últimos 7 dias chegou a 1 óbito, contra 3 da semana anterior. A variação nos últimos 14 dias é de uma queda de 47%.

O índice de transmissibilidade da covid também continua em queda. Na 52ª semana o registro foi de 0,71, contra 0,78 da 51ª Semana. Esse índice já foi de 1.43 na 50ª semana.

"Os números são extremamente satisfatórios, já que estamos saindo das festas de fim de ano. A população abraçou as medidas adotadas pelo governo para evitar a disseminação do vírus, como o uso de máscaras em ambiente fechado", afirmou o secretário de Saúde, Antonio Luiz.

A taxa de positividade dos testes RT-PCR teve uma queda expressiva na 52ª semana, chegando a 5,5%. Na semana anterior, o índice estava em 27%.

"Precisamos continuar tomando os cuidados e não esquecer de tomar a vacina. É muito importante estar com todas as doses em dia para que essa realidade de queda nos casos continue em nosso estado. O Piauí é o estado que mais vacina e assim vamos trabalhar para manter esse grande feito", concluiu o secretário.

Por fim, o boletim mostra que as internações pela covid estão em estabilidade, sendo que a ocupação dos leitos clínicos caiu de 27 para 24 internados. Nas UTIs, a ocupação passou de 22 para 18 pacientes nas duas últimas semanas.

Teresina também registra queda 

Teresina voltou à faixa verde de transmissão da Covid-19, o que significa baixo nível de transmissão. No período de 25 a 31 de dezembro de 2022, foi observada uma redução em 49% nos casos confirmados da doença, conforme dados do último boletim do ano do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública – COE Teresina.

Na última semana do ano, a Capital registrou uma queda de 38% nos casos de síndromes gripais, além de um decréscimo em 57% nas internações por síndrome respiratória aguda grave. O número de óbitos está estável, em uma média de cinco por semana. O boletim aponta ainda uma redução de 13% na demanda por testes RT-PCR, com queda na positividade de 21% para 6%. Já a demanda por teste rápido de antígeno sofreu uma queda de 44%, com uma positividade estável em torno de 53%.

“Seguindo a tendência esboçada nas semanas anteriores, o número de casos continua caindo, as internações começaram a reduzir e os óbitos estabilizaram. A expectativa é que os óbitos também diminuam nas semanas seguintes”, informa o coordenador médico do COE, Walfrido Salmito.

O médico infectologista explica que a taxa de positividade dos testes RT-PCR está próxima do recomendado pela OMS, mas o percentual de positividade dos testes rápidos de antígeno está estável, em nível ainda elevado – o que pode refletir mais amplitude de testagem que a circulação do SARS-CoV-2 em si.


Da Redação
[email protected]

Imprimir