Cidadeverde.com
Política

Rafael repudia atos antidemocráticos em Brasília e reforça segurança de órgãos no Piauí

Imprimir

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Atualizada às 17h43

O governador Rafael Fonteles (PT) anunciou que determinou reforço policial na sede dos poderes estaduais –Executivo, Legislativo e Judiciário – neste domingo (08). 

O anúncio do chefe do Executivo se deu como medida preventiva, após manifestantes defensores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), com pedidos antidemocráticos, entraram na Esplanada dos Ministérios, invadiram uma área do Congresso, se dirigiram às proximidades do Palácio do Planalto em Brasília e entraram em confronto com a PM. 

“O Governo do Piauí está à plena disposição do Governo Federal para que a ordem seja retomada e a normalidade democrática seja garantida. Determinamos ainda substancial reforço policial nas sedes do Poderes Estaduais neste domingo”, escreveu em publicação no Twitter. 

O governador também repudiou os atos que foram desencadeados em Brasília. 

“Repudiamos veementemente os atos antidemocráticos de ataque as instituições do Brasil, a violência, o vandalismo e a depredação de prédios públicos”, complementou. 

Rafael Fonteles ainda informou ter determinado ao secretário de Segurança Chico Lucas para auxiliar o Ministério da Justiça na apuração de eventual participação de piauienses que possivelmente tenham se deslocado para participar dos atos em Brasília. 

Rafael Fonteles convocou uma reunião de urgência com o comando da Polícia Militar do Piauí neste domingo (08), às 19h, na sede do QCG da PM-PI, para tratar sobre medidas de contenção e prevenção à ataques antidemocráticos.


Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir