Cidadeverde.com
Geral

Piauí tem mais de 900 mil pessoas com doses de reforço em atraso, diz Ministério

Imprimir

Um levantamento da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS), do Ministério da Saúde, mostra que o Piauí possui 927 mil pessoas em atraso com a dose de reforço contra o Sars-CoV-2. Além disso, O estado tem 273 mil pessoas que ainda não procuraram os postos de vacinação para receberem a segunda dose contra a Covid-19. 

Segundo a RNDS, no caso das pessoas que já poderiam receber até mesmo a segunda dose de reforço, mas não buscaram a rede pública de saúde, o total ultrapassa os 427 mil, de acordo com dados da RNDS.

"Mesmo com disponibilidade dos imunizantes na rede pública, alguns moradores do estado não retornaram aos pontos de vacinação para concluir o esquema vacinal", informa o Ministério.

Ao realizar o primeiro discurso como Ministra da Saúde, Nísia Trindade fez um apelo aos brasileiros para que busquem a imunização contra o vírus. “Temos muita convicção na proteção das vacinas”, garantiu a titular da pasta durante a cerimônia de investidura ao cargo, na primeira semana de janeiro.

Vale lembrar que os estudos científicos indicam que a proteção da vacina é alta nos primeiros meses, mas pode apresentar redução depois de certo período. Por isso, é indispensável a dose de reforço, para completar o esquema de proteção contra o coronavírus.

Da Redação
[email protected]

Imprimir