Cidadeverde.com
Últimas

Defensoria nomeia cinco novos defensores públicos para comarcas do sul do Piauí

Imprimir

Foto: Ascom/Defensoria Pública do Piauí 

A Defensoria Pública do Estado do Piauí nomeou cinco novos defensores públicos. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado, na edição dessa sexta-feira (13).

O Defensor Público Geral, Erisvaldo Marques, informou durante homenagem ao portal Cidadeverde.com, que os novos defensores irão atuar nas comarcas do sul do Piauí. Segundo ele, a nomeação é mais uma meta da gestão que foi cumprida. 

“Essa é uma importante conquista da Defensoria Pública do Piauí. Mais uma meta cumprida visando o fortalecimento da nossa Instituição, prevista no plano estratégico de 2021/2025”, disse Erisvaldo Marques.

Confira os nomeados:

  • Leonardo Nascimento Bandeira
  • Ana Clara Ribeiro de Sousa Castro
  • Thais de Oliveria
  • Camila Ribeiro Bernardo
  • Daniel Bezerra Lira

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

O Defensor Geral acrescentou ainda que a Instituição deverá fazer mais investimentos em tecnologias para avançar no atendimento à população e serviços da Defensoria.

“A Defensoria tem um aplicativo que facilita a comunicação, o que a gente pensa é modernizar mais esse atendimentos, de ter sistemas que sejam mais ágeis e mais rápido para o atendimentos dessas pessoas. Então a gente vai procurar esses meios para que a Defensoria chegue cada vez mais próximo e fica opcional, como houve o retorno presencial, as pessoas terem opção do atendimentos presencial ou virtual, como ocorre em algumas partes da Defensoria Pública”, informa Erisvaldo Marques.

Além disso, Erisvaldo Marques destacou que outra meta é ampliar os projetos da Defensoria para o interior do Piauí.

“Nós temos muitos projetos em andamento, mais de 20 projetos e uma das metas é ampliar para o interior do estado algum deles”, acrescentou.

Apesar de encerrar o seu mandato como Defensor Público Geral em março de 2023, Erisvaldo Marques reforçou o compromisso com os avanços da Defensoria Pública do Piauí até o final dasua gestão.

“Meu mandato se encerra no final de março, mas é um compromisso, pelo menos até lá, avançar o quanto mais eu puder e também passar essas informações ao novo gestor ou gestora que vier, para que a Defensoria continue firme nesse sentido da promoção dos direitos humanos”, ressalta.

A Subdefensora Pública Geral, Carla Yáscar informou ainda que a perspectiva é boa para o ano de 2023 e que a Defensoria Pública do Piauí continuará com as ações de assistência social. 

“Continuamos com as nossas ações, com a assistência jurídica às pessoas que mais precisam, com os projetos que são desenvolvidos na área de direitos humanos, de educação em Direito e na defesa criminal também de todas aquelas pessoas que precisam. Então nós iniciamos o ano de 2023 com boas perspectivas e muito animados para continuar esse trabalho tão importante que a Defensoria desenvolve”, reforça a Subdefensora.

 


Rebeca Lima
[email protected] 

Imprimir