Cidadeverde.com
Geral

Ex-usuário de drogas "salva vidas" após morar 40 anos na rua

Imprimir

Maurício Pires tem 63 anos e há seis desenvolve um trabalho voluntário em Teresina. Por quatro décadas, ele morou nas ruas da Capital devido ao vício em drogas que se iniciou ainda na infância com o consumo de cigarro, passou para o álcool e depois para drogas ilícitas. A trajetória de vida o fez reescrever a própria história como missionário que vive a resgatar dependentes químicos. 

"Cheguei em 2013 para 2014. Vim do estado do Paraná, pois ninguém lá confiava mais em mim, achava que eu nunca iria mudar de vida. Vim para Teresina devido à minha mãe que falava que era piauiense e que em Teresina, no Piauí, Deus ia mudar minha vida e realmente foi aqui a mudança de vida", disse Maurício Pires. 

Ele relembra os momentos difícies que morou na rua e teve como abrigo ruas próximas ao estádio Albertão e o Detran, ambos na zona Sul. Maurício lembra que, por vezes, tentou largar o vício em drogas. 

"Eu estava dormindo nas ruas e as coisas foram muito difíceis. Eu queria parar, mas não sabia como [...] quando eu fui internado estava há quase três meses sem tomar banho, tinha a barba de um palmo, era magro como um palito de fósforo. Não tinha perspectiva de vida nenhuma", relembra o missionário. 

A fé e a espiritualidade foram essenciais para a mudança de rumo da vida de Maurício que deixa uma mensagem importante para pessoas que vivem em situação de risco. 

"O que passa no meu coração é que o Senhor existe e que Ele muda a vida de qualquer pessoa. Eu já resgato essas pessoas há seis anos. Todos os dias, eu resgato uma, duas, três. Já teve semana de dez pessoas. O sentimento é de alegria. Vejo o agir de Deus na vida das pessoas. Ele que avisar o povo do caminho errado que estão indo como eu estava e Ele quer dar uma oportunidade para essas pessoas, mas depende de cada um, é o livre arbítrio que Ele deu. É uma alegria quando eu consigo levar uma pessoa, pois ele vai ter uma oportunidade. Basta dizer: eu quero. Aí uma chance foi lançada pra ele, assim como aconteceu comigo [...] eu só não faço mais porque não tenho recursos. Trabalho só da graça do Senhor", desabafa  Maurício Pires. 

Interessados em ajudar o missionário podem entrar em contato através do 86 9  9985 9021.              

 

Graciane Araújo
[email protected]

Imprimir