Cidadeverde.com
Esporte

Suárez volta a marcar e dá vitória ao Grêmio sobre o Caxias na estreia do Gaúcho

Imprimir

Com uma atuação decisiva de sua principal estrela, o Grêmio garantiu os três pontos na estreia no Campeonato Gaúcho ao derrotar o Caxias por 2 a 1 neste sábado, fora de casa. 

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA 

Suárez anotou o gol da virada no segundo tempo e garantiu a vitória. O centroavante também participou do lance do primeiro gol ao chutar a bola que o goleiro defendeu parcialmente antes da conclusão de Bitello para as redes.

Antes do duelo deste sábado, o uruguaio já tinha brilhado em seu primeiro jogo pelo Grêmio. No meio de semana, ele fez três gols nos 4 a 1 sobre o São Luiz pela final da Recopa Gaúcha.

O próximo compromisso pelo Estadual acontece no meio de semana. A equipe do técnico Renato vai receber o Brasil de Pelotas na quarta-feira. Já o Caxias vai tentar a reabilitação visitando o São José na quinta-feira.

O Caxias iniciou o jogo com uma marcação por pressão para forçar o erro da defesa rival. A estratégia pegou o rival de surpresa e foi numa jogada à base de velocidade que os donos da casa saíram na frente.

Peninha arrancou, tabelou com Jean Dias, teve frieza para driblar o goleiro e balançou a rede em um bonito lance: 1 a 0 aos oito minutos.

Após o susto, o Grêmio entrou no jogo e passou a cadenciar o ritmo da partida para esfriar o ímpeto do adversário. A fórmula encontrada para sair da marcação do Caxias foi acionar Ferreira e Suárez a fim de tentar as jogadas individuais.

A boa atuação dos atacantes, no entanto, teve o auxílio de Bitello que marcou com eficiência e teve objetividade com a bola nos pés. Além de organizador, teve fôlego para chegar na área. Depois de perder uma boa chance num erro de saída de bola do Caxias, ele, enfim, foi decisivo para o gol de empate.

Ferreira iniciou arrancada pela esquerda e tocou para Suárez. Desmarcado, o uruguaio chutou de esquerda para a defesa parcial do goleiro. Atento, Bitello completou de primeira e estabeleceu o empate aos 27 minutos.

Com o passar do tempo, o Caxias apresentou falhas na marcação. Experiente, Suárez passou a se deslocar para receber a bola e também atuou como articulador. 

O resultado dessa facilidade em trocar passes quase resultou na virada. Bitello surgiu para concluir a jogada, deu uma bela cavadinha encobrindo o goleiro, mas Marcelo Ferreira afastou o perigo.

O segundo tempo teve um cenário parecido com o da etapa inicial. Mais agressivo, o Caxias incomodou com as arrancadas de Peninha e também nas jogadas de bola parada com Marcelo Ferreira.

Marcando a partir de seu campo, o Grêmio centralizou seu jogo no meio-campo tendo Ferreira como válvula de escape.

Renato promoveu trocas a fim de aumentar o ritmo da equipe. Everton Galdino e Gustavinho entraram para dar mais mobilidade ao time do meio para frente a fim de conseguir a virada.

Bem marcado e com poucos espaços, Suárez atuou mais fora da área e, num lance em que recebeu com certa liberdade e mostrou o seu poder de decisão. Em uma bela finalização de perna direita, ele mandou a bola no canto e decretou a virada de 2 a 1, aos 30 minutos.

Bastante festejado pela sua atuação, ele foi substituído pelo técnico Renato Gaúcho logo depois. No fim do jogo, o Grêmio ainda teve a chance de fazer o terceiro com o pênalti sofrido por Bitello. Everton Galdinho bateu no canto, mas o goleiro Bruno defendeu.

O lance deu esperança ao Caxias que foi para o tudo ou nada no final, mas o Grêmio soube se fechar e conseguiu garantir a vitória em sua estreia.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir