Cidadeverde.com

CRM investiga médicas que zombaram de criança atingida por raio no Amazonas

Imprimir

O CRM (Conselho Regional de Medicina) do Amazonas determinou a abertura de sindicância para apurar a conduta de duas médicas acusadas de zombarem dos gritos de uma criança que aguardava atendimento em um hospital municipal de Maués, a 257 km de Manaus, após ser atingida por um raio.

O processo será sigiloso. "Informamos ainda que o Conselho de Medicina do Amazonas não compactua com este tipo de atitude e que trabalhamos diuturnamente em prol da ética e da boa medicina", afirmou o médico Jorge Akel, presidente do órgão.

A sindicância vai apurar as responsabilidades profissionais e éticas das médicas envolvidas.

O vídeo em que as profissionais fazem piada com a situação foi postado por elas mesmas nas redes sociais. Na gravação, uma pergunta para a outra quem faria o atendimento e comparam a paciente com uma pessoa que passa por exorcismo.

A criança, de 10 anos, aguardava atendimento após ser ferida por um raio. No vídeo, é possível ouvir gritos e choro da paciente.

As duas médicas foram demitidas pela Prefeitura de Maués após a repercussão do vídeo. Em nota, a prefeitura afirmou que preza pela saúde pública humanizada e repudia qualquer postura antiética e desumana de profissionais.

"Informa também que determinou imediata exoneração das profissionais de saúde envolvidas nesse lamentável episódio", diz o comunicado.

 

Fonte: Folhapress

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais