Cidadeverde.com
Esporte

Sem dirigentes do futebol, Flamengo apresenta Petkovic

Imprimir
Com a presença de dezenas de torcedores, mas sem nenhum dirigente do departamento de futebol, o Flamengo apresentou na manhã desta segunda-feira o meia sérvio Petkovic, a mais polêmica contratação do Rubro-Negro nos últimos anos. O jogador, que chega ao clube sem contar com o apoio do departamento de futebol e da comissão técnica, não escondeu a emoção por retornar ao Flamengo, onde fez história.
 

O sérvio garantiu que fez o possível para acertar contrato. "Há um mês vinha falando que o que dependia de mim estava acertado, mas sabia que dependia ainda de alguns fatores políticos. Isso, porém, é parte do passado e meu pensamento é fazer o máximo para ajudar o time", afirmou Petkovic.

O momento de maior emoção na apresentação aconteceu quando foi exibido no telão o gol que Petkovic marcou na decisão do Campeonato Carioca de 2001. Naquela ocasião, o camisa 10 acertou uma cobrança de falta, no fim do confronto, fazendo a bola entrar no ângulo do goleiro Hélton, do Vasco. O lance garantiu o tricampeonato estadual ao Flamengo.

"Fico arrepiado toda vez que vejo aquele gol, principalmente pela festa que a torcida do Flamengo fez. Até hoje não tenho dúvidas de que foi a torcida que levou a bola para o ângulo", exagerou o meia.

O sérvio assinou contrato com o Flamengo até o fim do Campeonato Carioca do próximo ano, com salário fixo de R$ 70 mil, e o acordo com o Rubro-Negro servirá para abater parte da dívida que o clube tem com o meia por suas passagens anteriores. Esse valor poderá aumentar por produtividade. Principal responsável pela contratação do jogador, o presidente em exercício do time da Gávea, Delair Dumbrosck, comemorou o acerto.

"O Petkovic é um jogador de quem jamais pode se duvidar, pois talento ele tem de sobra e acredito que ainda vai ser muito útil ao Flamengo. Espero vê-lo marcando no próximo ano o gol do tetracampeonato estadual do Flamengo, para alegria da nação rubro-negra", afirmou Delair.


Sem ligar para ausências

Tanto Petkovic como Delair Dumbrosck minimizaram a ausência do vice-presidente de futebol do Flamengo, Kléber Leite, e da comissão técnica do clube na apresentação.

"É o dia de folga deles e eles deveriam ter coisas programadas. Isso é natural. Teve gente que não pôde aparecer, mas ligou mandando um abraço", afirmou Pet, tendo seu discurso endossado por Delair Dumbrosck.

"Eles estão de folga, já que ontem (domingo) teve jogo. O Cuca, por exemplo, conversou comigo ontem e liberei ele, pois não tinha sentido trazer o técnico para a apresentação de um jogador", explicou Delair, que foi mais duro nas palavras em relação ao departamento de futebol.

"Quem contrata aqui é a presidência e não o departamento de futebol. Até porque nenhuma contratação é feita no Flamengo sem passar pela sala da presidência, que dá o aval", esbravejou o dirigente.

O elenco do Flamengo ganhou folga nesta segunda-feira e só se reapresenta nesta terça-feira para dar início na preparação para o duelo do próximo domingo contra o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife (PE), pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.
 
Fonte IG
Tags:
Imprimir