Cidadeverde.com

Empresário Rufino Damásio morre aos 78 anos no Hospital Albert Einstein

Imprimir

Foto: Aquivo Pessoal

O empresário Rufino Damásio da Silva, fundador do grupo R. Damásio, morreu na manhã desta terça-feira (14) aos 78 anos. Ele estava internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A informação foi confirmada ao Cidadeverde.com pelo filho do empresário, Danilo Damásio, que disse que a morte aconteceu por causas naturais. 

O corpo do empresário vai ser velado e sepultado em Teresina, mas ainda não tem data para chegar ao Piauí. O local ainda não foi definido pela família. 

Um dos maiores empreendedores do Piauí e do Nordeste, Rufino Damásio foi responsável por investimentos em vários setores. É fundador da R. Damásio, que trabalha com peças de motos e bicicletas, foi dono do Jornal Diário do Povo, e também é responsável por investimentos em redes de hotéis, motéis e imobiliárias. O grupo também tem braços na China e em outros países. O empresário nasceu em um povoado do município de São Félix do Piauí que hoje foi transformado no município de São Miguel da Baixa Grande.

Filho de Rufino, o também empresário Danilo Damásio destacou o legado do pai. “Meu pai deixou um legado de disciplina e seriedade. Muito disciplinado e um homem muito caridoso”, disse. 

O jornalista Zózimo Tavares, presidente da Academia Piauiense de Letras, afirmou que o empresário foi um exemplo de obstinação e inteligência. 

“Superou todas as dificuldades do meio e se fez grande sem perder a simplicidade. Cidadão do mundo, tendo conhecido mais de 60 países, em viagens de negócios ou de turismo, jamais abandonou suas origens. Construiu um império sem abrir mão do seu jeito simples de levar a vida. E fez algo ainda mais difícil que acumular riqueza: ao lado da esposa, criou uma  família que está preparada para continuar sua história de conquistas. Trabalhei 16 anos com ele. Sempre me apoiou sem restrições.”, afirmou Zózimo que foi editor do jornal Diário do Povo e é amigo da família.

O jornalista Luiz Brandão, que foi também editor do Jornal Diário do Povo e teve uma relação próxima com R. Damásio lamentou a morte do empresário e disse que o Piauí perde um grande empreendedor, um piauiense que acreditava no estado. 

“Uma grande perda, só temos a lamentar. Damásio foi um empresário que abriu espaço também para a gente na comunicação. Era um grande empresário, tratou com dignidade seus funcionários do Diário do Povo. Ele ajudou a libertar a imprensa do Piauí de algumas amarras. O jornalismo do estado está de luto. Quero mandar meus sentimentos ao Danilo, seu Eulálio e a todos da família”.

A prefeitura de Teresina divulgou nota de pesar. 

A Prefeitura de Teresina lamenta o falecimento do empresário Rufino Damásio da Silva, ocorrido, nesta terça-feira, 14, na cidade de São Paulo (SP), onde se encontrava internado.

R. Damásio, como era conhecido, foi fundador de um dos maiores conglomerados empresariais do Piauí, e deixa um legado de inteligência e perspicácia no empreendedorismo, tendo se destacado no país.

O prefeito Dr. Pessoa se solidariza com a família e amigos enlutados ao tempo em que expressa condolências a todos.

 

 

 

O Governo do Estado também manifestou pesar pela morte de Rufino Damásio. Nas redes sociais, o governador Rafael Fonteles (PT) manifestou solidariedade aos familiares e amigos do empresário.

 

 

Natanael Souza e Yala Sena
[email protected] 

 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais