Cidadeverde.com
Últimas

Suspeito de esfaquear a própria filha tem prisão preventiva decretada após audiência de custódia

Imprimir

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com

Por Roberto Araujo

Foi decretada nesta quarta-feira (20) a prisão preventiva do homem suspeito de esfaquear a própria filha no bairro Parque Piauí, Zona Sul de Teresina. Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento do crime, que aconteceu na manhã de terça-feira (19).

De acordo com a delegada Nathalia Figueiredo, do Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que está investigando o caso, a prisão foi decretada durante audiência de custódia. "Ele estava sob escolta policial e foi apresentado na audiência de custódia, e na ocasião o juiz converteu a prisão em flagrante em preventiva", disse ao Cidadeverde.com.

O suspeito, identificado pelas iniciais J. A. F. H., tentou esfaquear duas filhas após uma discussão, no entanto, uma conseguiu se esquivar, e a outra foi atingida. Segundo a delegada, a vítima relatou que o pai havia chegado embriagado em casa e teria se recusado a se retirar do local após ter discutido com elas.

"Ela [a vítima] relatou que houve uma discussão, o pai chegou embriagado em casa, inclusive ele se encontra divorciado da mãe, mas permanece ainda morando na casa. Ele se recusava a sair da casa, então esse foi inicialmente um dos motivos da discussão, porque ele disse que não iria sair. Ele já estava nesse momento portando a faca, estava no cós da calça, no momento ele tentou atingir a primeira filha, ela conseguiu desviar, e a vítima acabou não conseguindo", relatou.

A vítima foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Promorar, e depois encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde permanece hospitalizada. O suspeito sofreu tentativa de linchamento após o crime e também foi resgatado e atendido no HUT. Ele teve alta nesta quarta (20), e, em seguida, passou por audiência de custódia.

De acordo com a delegada Nathalia Figueiredo, a principal linha de investigação é tentativa de feminicídio. Ela contou que deverá ouvir o suspeito no presídio, e também fará a inquirição de outras testemunhas. A previsão é que o inquérito seja finalizado em 10 dias.

 

 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais