Cidadeverde.com
Geral

Bombeiros procuram operário soterrado em buraco de 7m

Imprimir
Fotos. Iury Campelo/Cidadeverde.com
 
Atualizada às 17h42min
 
O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta de 15h desta quarta-feira (24) após o desmoronamento de um barranco de areia na zona norte de Teresina. O acidente aconteceu na rua Rui Barbosa, número 1665, próximo ao cemitério São José, Centro/Norte de Teresina.
 
Operários trabalhavam na construção de um prédio, quando um deles caiu em um dos buracos feitos para as pilastras da obra e foi soterrado pela terra que caiu em seguida.
 
Após uma hora e meia de trabalhos, o sargento Cândido, do Corpo de Bombeiros, declarou ao Cidadeverde.com que as chances de resgatar o operário com vida são remotas. Há dificuldade para retirar a areia do buraco, que tem sete metros de profundidade e 80 centímetros de largura. O major Emídio informou que há risco para os próprios bombeiros, que entram um a um no buraco para fazer o resgate.
 
 
O Corpo de Bombeiros levou duas viaturas e cerca de 20 homens ao local. Todos trabalham na tentativa de resgatar o operário, identificado como Antônio Santos, 38 anos, apelidado de Boquinha. As equipes usam uma manilha para retirar a terra, e máscaras de oxigênio. Os trabalhos devem continuar durante a noite.
 
Homens do 1º Batalhão da Polícia Militar estão no local para afastar curiosos. O local da obra foi fechado e só a polícia e bombeiros tem acesso. Não há responsáveis pela obra no local para comentar o assunto - o proprietário do terreno foi identificado como Francisco Lima. Vizinhos afirmam apenas que a construção estava parada, e foi retomada recentemente. Fiscais da Prefeitura de Teresina e uma equipe do 2º Distrito Policial já estão no local. A rua foi fechada pela Strans.
 
O cunhado da vítima, Antonio Lira Filho, chegou ao local por volta de 17h. Ele disse que seis pessoas trabalhavam na obra, e o dono do terreno não se encontra. O operário tem três filhos e mora no povoado Caminho Novo, região da Cacimba Velha.
 
 
Iury Campelo (especial para o Cidadeverde.com, no local)
Fábio Lima (da Redação)
[email protected]
Tags:
Imprimir