Cidadeverde.com
Cidades

Megaoperação contra perturbação do sossego fecha bares e prende 15 pessoas em Teresina

Imprimir
  • silencio1.jpg SSP-PI
  • silencio3.jpg SSP-PI
  • silencio4.jpg SSP-PI
  • silencio5.jpg SSP-PI
  • silencio6.jpg SSP-PI
  • silencio7.jpg SSP-PI
  • silencio8.jpg SSP-PI

Por Graciane Araújo

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí, através das forças policiais do estado, deflagrou uma megaoperação, nesta sexta-feira (17), contra a perturbação do sossego público. Foram 8 horas de ação policial reforçada, em todas as zonas de Teresina, resultando no fechamento de bares, apreensão de dezenas de veículos, celulares roubados, armas e 15 pessoas presas em flagrante. 

Foto: divulgação SSP-PI

"Fechamos bares nas zonas Sul, Sudeste e Leste, inclusive uma loja de conveniência de um posto de combustíveis entre as avenidas Homero Castelo Branco e Dom Severino. Focamos em locais onde há poluição sonora e, nesse trabalho, realizamos abordagens, fiscalizações. O resultado foram prisões por alcoolemia ou devido ao decibelímetro, apreensão de armas, drogas, moto adulteradas, celulares roubados", explica o delegado Tales Gomes, gerente de Polícia Especializada da Polícia Civil do Piauí. 

Foto: divulgação SSP-PI

A operação Silêncio e Paz segue até o fim deste ano. O secretário de Segurança Pública do Piauí, Chico Lucas, destaca a integração das forças de segurança no combate ao crime. “Estamos todos integrados nesta operação para garantir a tranquilidade, o silêncio e a paz da população teresinense”, afirmou o secretário de Segurança Chico Lucas. 

O balanço da megaoperação contra a perturbação do sossego público aponta para a apreensão de 32 celulares com restrição de roubo ou furto, sete motocicletas, uma arma de fogo de fabricação caseira, uma pistola, um revólver e 15 pessoas presas em flagrante. 

Foto: divulgação SSP-PI

Equipes das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Científica e da Prefeitura de Teresina integram a operação, uma vez que também é analisado a regularidade dos alvarás de funcionamento dos estabelecimentos. 

O delegado Tales Gomes pontua que foi realizado um levantamento para identificar os principais pontos na capital, onde ocorrem os crimes de poluição sonora e perturbação. “Os principais alvos da operação foram carros de som, bares e locais com grande aglomeração de pessoas. Os locais sem alvará ou com alguma irregularidade foram lacrados”, afirmou o delegado. 

Na região do Grande Dirceu, policiais militares da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) apreenderam, durante a madrugada, uma arma de fogo e celulares roubados. Em um dos casos, a Rocam avistou um condutor em atitude suspeita. Ele tentou fugir, mas na abordagem, foi preso após ser flagrado uma arma de fogo e quatro celulares. Duas pessoas que estavam no veículo foram conduzidas à Central de Flagrantes.

Foto: divulgação PM-PI

Para o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Scheiwann Lopes, a operação teve um saldo positivo, com conduções por tráfico de drogas, embriaguez ao volante, apreensão de celulares roubados, armas de fogo e cumprimentos de mandados de prisão em aberto. 

“Interditamos um local que na zona Sul, que era ponto de comercialização de drogas, também interditamos uma loja de conveniência lá na zona Leste. Enfim, atuamos em toda a capital. De norte a Sul, de Leste a Oeste, para garantir a segurança do cidadão piauiense”, pontuou o comandante-geral.

Foto: divulgação PM-PI

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais