Cidadeverde.com

Acusação pede 12 anos de prisão a Daniel Alves por agressão sexual

Imprimir

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

A advogada da mulher que acusa Daniel Alves de agressão sexual formalizou à Justiça o pedido de 12 anos de prisão ao jogador, em caso de condenação.

O pedido foi enviado à Justiça Espanhola nesta terça-feira (5). Doze anos é a pena máxima para crimes de estupro no país.

Agora, a defesa de Daniel Alves tem cinco dias úteis para apresentar um documento final à Audiência de Barcelona.

Com toda a documentação em mãos, a corte definirá uma data para o julgamento, que deve acontecer nos primeiros meses de 2024 ?como apurou o UOL com fontes jurídicas ligadas ao caso.

O pedido da acusação é encaminhado ao tribunal junto do que recomendou o Ministério Público: nove anos de reclusão.

Pena pode ser reduzida

Daniel Alves pagou à Justiça R$ 800 mil (150 mil euros) para que, em caso de condenação, a pena máxima seja reduzida pela metade.

A acusação, no entanto, não concorda com o pagamento da multa atenuante, mas é um procedimento legal da Justiça Espanhola; não há como negar.

Outra tentativa da defesa de Daniel Alves, nesta terça-feira (05) comandada por Inés Guardiola e Miraida Puente, foi chegar a um acordo. Sem sucesso. A acusação não aceitou qualquer acordo pela resolução do caso antes do julgamento.

Foram quatro pedidos de liberdade por parte da defesa, todos negados pela Justiça Espanhola.

Relembre o caso

Daniel Alves está em prisão provisória na penitenciária de Brians 2 desde janeiro de 2023, acusado de agressão sexual contra uma mulher, então com 23 anos, em uma discoteca de Barcelona.

Em entrevista ao UOL, a advogada da mulher, Ester Garcia Lopez, disse que a denunciante descarta receber indenização: "Quero prisão, não dinheiro".

O UOL teve acesso ao laudo psicológico feito na mulher que acusa Daniel Alves. O documento aponta que ela apresenta um "transtorno pós-traumático elevado".

Fonte: Talyta Vespa e Thiago Arantes  - UOL/FOLHAPRESS

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais