Cidadeverde.com

Supercopa do Chile é suspensa após violência e incêndio nas arquibancadas

Imprimir

A partida que definiria o campeão da Supercopa do Chile, entre Huachipato e Colo-Colo, foi suspensa depois de várias brigas na torcida e um princípio de incêndio no estádio Nacional.

O conflito começou ainda no princípio do jogo, com uma briga entre torcedores do Colo-Colo e seguranças do estádio. Ainda no primeiro tempo, o jogo foi paralisado.

Os aficionados utilizaram sinalizadores e rojões dentro do estádio. Segundo o jornal La Tercera, foi a organizada La Garra Blanca que protagonizou os atos violentos.

Alguns torcedores do Colo-Colo tentaram invadir o gramado e foram impedidos por seguranças, acessando, porém, a pista atlética, que estava fechada. Na tentativa de tirá-los e lá, houve mais um conflito.

Os jogadores de ambos os times tentaram conversar com os torcedores, pedindo para que o ambiente se acalmasse, mas não tiveram sucesso.

Com a bola rolando, após meia hora de parada por conta da violência, o Colo-Colo vencia por 2 a 0.

No intervalo, outro foco de confusão gerou atraso de 15 minutos para o começo do segundo tempo.

Uma nova tentativa de retomar o jogo não teve sucesso, já no segundo tempo um incêndio tomou a arquibancada norte do estádio Nacional e forçou a suspensão do jogo.

As atitudes danificaram o Memorial de los Detenidos e Desaparecidos, que fica no estádio Nacional e lembra as vítimas da ditadura de Pinochet.

Segundo o jornal El Pais, 15 pessoas foram detidas. De acordo com a Federação Chilena de Futebol, todos os protocolos de segurança foram cumpridos para o jogo.

VIDAL QUERIA SEGUIR O JOGO

A partida marcou o retorno de Arturo Vidal ao Colo-Colo. Ele, inclusive, fez um dos gols da vitória parcial, o outro gol foi de Carlos Palacios, ex-Inter e Vasco.

Vidal, por sinal, queria continuar a jogo, foi contra a suspensão e lembrou o duelo entre Argentina e Brasil pelas Eliminatórias.

O jogo será retomado para os minutos que restam, mas até o fechamento deste texto não tinha data confirmada. Segundo comunicado da Federação Chilena, será com portões fechados.

Fonte: UOL-FOLHAPRESS

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais