Cidadeverde.com

Seleção brasileira feminina de vôlei derrota o Canadá na estreia da Liga das Nações

Imprimir

A seleção brasileira feminina de vôlei estreou com vitória na Liga das Nações, ao derrotar, nesta terça-feira, no Maracanãzinho, no Rio, o Canadá por 3 sets a 1, com parciais de 26/24, 23/25, 26/24 e 25/12. 

A equipe nacional volta a jogar na quinta-feira, às 14 horas, diante da Coreia do Sul.

Sem poder contar com a Thaisa por causa de dores no joelho, o técnico Zé Roberto Guimarães escalou o time titular com Macris, Rosamaria, Gabi, Ana Cristina, Júlia Kudiess e Diana.

Com um bloqueio bem postado e aproveitando os erros canadenses, o Brasil chegou a abrir 19 a 14, mas caiu de rendimento perigosamente no final do set e viu as adversárias empatarem em 24 pontos. Mas dois pontos de Ana Cristina garantiram o triunfo por 26 a 24.

As duas equipes voltaram para o segundo set com a intenção de forçar os saques e cometeram vários erros neste fundamento. Canadá aproveitou para abrir vantagem no placar com 16 a 14, com destaque para Van Ryk. 

Na sequência, Rosamaria marcou dois pontos consecutivos e reequilibrou a partida. No final do set, Ana Cristina falhou duas vezes, enquanto Mitrovic levou o Canadá a empatar jogo, com 25 a 23 no set.

O Brasil voltou mais concentrado para o terceiro set e com uma defesa bastante atenta foi conseguir seus pontos em contra-ataques. Rapidamente, o placar já estava 13/7 para delírio do Maracanãzinho.

Com a vantagem, o Brasil perdeu a concentração e o Canadá emendou quatro pontos e empatou em 15. Brie O'Reilly somou dois pontos seguidos e o Brasil chegou a 18/15. 

Com muito esforço de Gray, Van Ryk e Mitrovic, o time canadense encostou no placar com 23/22. Zé Roberto pediu tempo para esfriar a ímpeto adversário. E conseguiu: 26 a 24, com direito a ace de Roberta no ponto decisivo.

Com boa produção em todos os fundamentos, o Brasil foi destruidor no início do terceiro set, ao abrir 6/0. Ana Cristina voltou a ser fundamental no ataque e o placar subiu para 12/5.

Ana Cristina sacou muito bem, acumulou aces e o Brasil alcançou 15/7. O bloqueio nacional se ajustou e virou um 'paredão', com direito a ponto de Diana, Gabi e Kisy. Vantagem chegou a 11 pontos: 20 a 9. Final 25/12 e vitória brasileira na estreia da Liga das Nações.

Fonte: Estadão Conteúdo

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais