Cidadeverde.com

Motorista de app suspeito de espancar namorada por 6 horas em motel é solto após audiência de custódia

Imprimir

Por Rebeca Lima e Tiago Melo (TV Cidade Verde) 

Foi solto neste final de semana o motorista de aplicativo de 30 anos, preso sob suspeita de espancar, durante seis horas, a namorada em um motel na zona sul de Teresina. O crime ocorreu no dia 11 de maio e o homem foi preso na sexta-feira (17).

Durante audiência de custódia realizada no sábado (18), o juiz Antônio Lopes de Oliveira determinou a concessão da liberdade provisória, estipulando as seguintes medidas cautelares:

  1. Não andar armado;
  2. Não consumir bebida alcoólica e drogas ilícitas;
  3. Não se aproximar da vítima e manter distância mínima de 200 metros desta e de sua residência;
  4. Uso de tornozeleira eletrônica;
  5. Comparecer a todos os atos do processo sempre que intimado;
  6. Não se ausentar da comarca de sua residência por mais de quinze dias sem informar ao Juízo.

À TV Cidade Verde, a delegada Nathália Figueiredo, do Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que não iria comentar sobre o caso.

O crime

 

Ainda de acordo com a delegada Nathália Figueiredo, responsável pelo inquérito, o casal se encontrou na manhã do sábado (11) e, após uma discussão, a vítima começou a ser espancada dentro do carro. Em seguida, as agressões continuaram por seis horas em um quarto de motel no bairro Macaúba.

A vítima teve uma fratura no maxilar e traumatismo craniano, ficando com o rosto desfigurado.

Após as seis horas de agressão, o autor ainda recorreu a familiares da namorada para resgatarem o casal no motel, por não ter dinheiro para pagar o estabelecimento. Ao deixar o local, o motorista de aplicativo levou a comerciária para receber atendimento médico após pedido da família.

O homem já tem passagem pela polícia por violência doméstica contra outra mulher, em um registro de ameaça que teria acontecido no ano passado. Além disso, ele também foi alvo de boletins de ocorrência por roubo e estelionato.

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais