Cidadeverde.com

Governador defende que países mudem Constituição para combater a fome e a pobreza

Imprimir
  • G20_social_13_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_14_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_15_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_16_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_17_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_18_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_19_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_20_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_8_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_9_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_10_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_11_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_12_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_2_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_3_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_4_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_5_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_6_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • G20_social_7_dia_20.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com

Por Yala Sena 

O governador Rafael Fonteles (PT) defendeu, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (20), que os chefes de Estado incluam em suas constituições o direito de todas as pessoas à segurança alimentar e nutricional.

Leia mais:

A defesa do governador ocorreu durante a abertura do G20 Social, que discute propostas globais para o combate à fome e à pobreza.

“Espero que as delegações técnicas encaminhem aos chefes de Estado que as constituições dos países garantam o direito das pessoas à segurança alimentar. Que seja uma política de Estado”, disse o governador.

A Constituição brasileira já inclui políticas públicas para combate à desigualdade.

O ministro Wellington Dias garantiu que o presidente Lula já tem o entendimento de que o combate à fome deve ser uma aliança global entre os países.

Dias afirmou que o Piauí tem experiências exitosas no desenvolvimento humano.

“Em 20 anos, tivemos um salto no índice de desenvolvimento humano de 0,4 para 0,7, considerado alto. Estamos recebendo mais de 50 delegações para falar sobre exemplos e resultados no Brasil e no mundo”, disse o ministro.

Participa do G20 Social o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Marcio Macedo.

A presidente do Ipea, Luciana Servo, participa do evento, além do diretor do FGV Social, Antônio Claret, pesquisador e consultor do PNUD, que vai apresentar dados sobre a redução das desigualdades sociais dos últimos 20 anos no Piauí.

Na manhã de hoje, haverá também uma reunião aberta da Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan).

O mundo de olho em Teresina

A capital piauiense sedia reuniões com mais de 50 delegações do mundo nesta quarta (22) e quinta-feira (23), com a presença de representantes da cúpula do G20, que discutem uma agenda de combate à fome, mudanças climáticas e governança sustentável.

O G20 Social abre as discussões sobre as desigualdades e apresentará ao mundo experiências exitosas.

Primeira atividade ligada ao G20 em Teresina é aberta. Acompanhe ao vivo: 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais