Cidadeverde.com

Mototaxista suspeito de matar esposa na frente dos filhos está foragido; filho de 12 anos chamou a polícia

Imprimir

Por Adriana Magalhães 

O mototaxista Antônio Francisco, de 50 anos, suspeito de matar a esposa Luana Alves da Silva, neste domingo (19), por volta das 12h30, no bairro Nova Brasília, zona Norte de Teresina, é descrito pelos vizinhos como um “homem fechado e rancoroso”. O filho da vítima, de 12 anos, chamou a polícia, para socorrer a mãe, após o homem desferir as facadas na frente dele e das outras duas irmãs, de 6 e 1 ano. 

Antônio Francisco fugiu utilizando a motocicleta da vítima. O veículo foi abandonado na Santa Maria da Codipi, na zona Norte de Teresina. O corpo da dona de casa chegou à residência por volta das 21h30 e no início da madrugada foi levado para Esperantina, onde será velado e sepultado.

O pai de Luana disse à polícia que o casal brigava constantemente.

Os vizinhos explicaram ao Cidadeverde.com, que Luana sempre foi uma pessoa reservada e que tinham conhecimento que o casal se desentendia, às vezes, por conta do vício de Antônio Francisco.

Segundo eles, o suspeito é alcoólatra e estava constantemente bêbado.

"Eu não sei como ele trabalhava de moto-táxi, porque ele chegava bêbado, dormia bêbado, acordava bêbado. Ela era uma mulher especial, excelente mãe e zelosa com os filhos ", disse Marta Santana, vizinha da vítima.

Outros vizinhos, que não quiseram se identificar, falaram de Luana com carinho.

"Eu não fui ver ela morta, naquela situação, quero lembrar dela como ela chegava aqui, alegre, sorridente. Ela não deixava transparecer os problemas que tinha em casa, estava sempre dizendo 'Deus está no controle de tudo'”, destacou outro.

Apesar do histórico de violência de Antônio Francisco, os vizinhos dizem ter sido pegos de surpresa com o assassinato de Luana.

"Nós não esperávamos que ele fosse fazer isso. Que fosse cometer uma maldade dessa com ela, na frente dos filhos. Ontem, por volta de meio dia, o menino mais velho bateu no meu portão com a bebê no colo, pedindo que meu filhos ajudasse a mãe dele. O menino do meio disse que a mãe dele já estava no céu", relembra a vizinha.

Luana e Antônio Francisco estavam casados há cerca de sete anos. Eles tinham dois filhos: um menino de 6 anos e uma menina, de 1 ano e 3 meses. Luana tinha ainda um filho de 12 anos, de um relacionamento anterior. 

Luana já havia tentado se divorciar do marido, mas ele alegou que para deixar a casa precisariam partilhar os bens. 

"Ele chegou aqui com uma bicicleta. A moto que ele usava para trabalhar é dela. A casa onde eles moram está no nome do pai de Luana, que morava numa pequena casa nos fundos do terreno”, afirmou.

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais