Cidadeverde.com

Adolescente ferido em execução no Planalto Uruguai presta depoimento no DHPP

Imprimir

Fotos: Reprodução

Por Adriana Magalhães

O adolescente ferido durante a execução de João Vitor Sales de Oliveira, 26 anosprestou depoimento, hoje (28), na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O crime aconteceu na última quarta-feira (22), na Avenida Principal do Planalto Uruguai, na zona Leste de Teresina.

Ele estava com João Vitor, pilotava uma moto, quando foi alvejado com dois disparos no tórax. O adolescente, que estava na garupa, foi atingido no braço e socorrido.  

O garoto não reside em Teresina e por motivo de segurança, a família pediu que não fosse informada a idade e o município de origem.  Segundo familiares, ele estava em Teresina para resolver pendências referentes a emissão de documentos.

A família explicou que no dia do crime, o adolescente foi levado pela vítima para fazer fotos para esses documentos. No caminho, eles foram interceptados por outra motocicleta e baleados.

João Vitor teve morte imediata, já o adolescente foi levado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde passou por cirurgia para corrigir uma fratura no braço provocado pelo tiro.

Com medo de represálias a família não aceitou falar com a imprensa. "Não podemos falar porque vivemos num local muito perigoso", disse um homem que acompanhou o jovem à delegacia.

O Cidadeverde.com apurou que os bairros Santa Bárbara e Árvores Verdes são comandados por facções criminosas rivais. Segundo as fontes ouvidas por nossa reportagem, os moradores de um bairro não podem transitar no outro, sob pena de serem atacados e mortos pelos membros de uma das facções que disputam o território.

A fonte ouvida por nossa reportagem disse, ainda, que essa divisão gera evasão nas escolas dos bairros porque os jovens têm medo de frequentar a escola que fica no bairro vizinho.

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais