Cidadeverde.com

Reforma do HPM vai tornar a unidade de saúde referência no atendimento em ortopedia

Imprimir

Fotos: Ascom/Sesapi 

O Hospital Dirceu Arcoverde da Polícia Militar do Piauí (HPM-PI), vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), está passando por uma ampla reforma e ampliação de sua estrutura, saindo de 57 para 106 leitos de internação nas especialidades ortopedia, dermatologia, planejamento familiar e cirurgia geral.

Com a reforma, serão oito salas modernas no centro cirúrgico, sendo que seis já foram entregues. A segunda etapa da reforma já foi iniciada para a entrega de mais duas salas de centro cirúrgico e uma de recuperação pós-anestésica.

O setor de dermatologia já está instalado com cinco novos consultórios, uma sala de procedimento, um laboratório de baciloscopia e micologia. Os outros consultórios também serão ampliados com oito deles ortopédicos, dois voltados para planejamento familiar, dois para cirurgia geral e um para o atendimento de pacientes especiais da odontologia. A reforma da Central de Esterilização de Materiais (CME) também já foi iniciada. 

De acordo com o diretor do hospital, coronel Leandro de Melo Castelo Branco, a unidade de saúde vai aumentar a capacidade de atendimento e assistência diária aos pacientes. “Estamos nos adaptando para ter um novo perfil do hospital. O setor de ortopedia, que funcionava no HGV, vai ser mudado integralmente para atendimento no Hospital da Polícia Militar. Vamos aumentar a assistência nessa especialidade no Piauí”, destaca o diretor.

Já o superintendente de Média e Alta Complexidade da Sesapi, Dirceu Campelo, afirma que o HPM vem se destacando pela relevância da assistência prestada à população.

“O processo de modernização do HPM vai tornar a unidade um centro de referência em ortopedia, dermatologia e planejamento familiar do estado”, acrescenta.

 

Da Redação 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais