Cidadeverde.com

Conselho de Segurança da ONU aprova proposta de cessar-fogo imediato em Gaza

Imprimir

Foto: Site da ONU/ UN Photo/Eskinder Debebe 

 

O Conselho de Segurança da ONU aprovou nesta segunda-feira (10) uma proposta de cessar-fogo para o conflito na Faixa de Gaza. A proposta, liderada pelos Estados Unidos, teve 14 votos a favor e nenhum contra. Para ser aprovada, ela precisava de no mínimo nove votos.

O plano é composto por três fases, que engloba a libertação de reféns pelo Hamas, a retirada dos soldados israelenses da região e o fim das hostilidades. Por fim, a proposta prevê meios para a reconstrução de Gaza. Nesta segunda-feira, Antony Blinken se reuniu com autoridades do Egito, Cairo, Catar e Israel, para aumentar a pressão pelo cessar-fogo.

Na última semana, os Estados Unidos e outros 16 países, incluindo o Brasil, assinaram uma declaração pedindo para que a proposta de Biden seja aceita. No documento, as nações defenderam que o acordo levaria à reabilitação de Gaza, juntamente com garantias de segurança para Israel e oportunidades para uma paz duradoura e a longo prazo.

“Não há tempo a perder. Apelamos aos líderes de Israel, bem como ao Hamas, para que assumam todos os compromissos finais necessários para fechar este acordo e trazer alívio às famílias dos nossos reféns, bem como às pessoas de ambos os lados deste terrível conflito, incluindo as populações civis. É hora de a guerra acabar”, diz o texto.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ainda não se pronunciou oficialmente sobre o acordo. Ele apenas reforçou que Israel não acabará com a guerra até que o Hamas seja “completamente destruído”. Alguns ministros, no entanto, se mostraram contra a proposta e ameaçaram renunciar caso o premiê aceite o acordo.

 

Fonte: SBTNews

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais