Cidadeverde.com
Política

"Alberto Silva foi o nosso JK", declara João Cláudio

Imprimir
Alberto Silva foi sem dúvida o político piauiense mais imitado no humor piauiense. E João Cláudio Moreno foi o primeiro, e até hoje um dos principais imitadores do deputado federal, que faleceu ontem em Brasília. Nesta terça-feira (29), em entrevista no Jornal do Piauí, o ex-vereador de Teresina lembrou da trajetória política do ex-governador e ex-senador, e o comparou seu idealismo ao do presidente Juscelino Kubitschek.
 
 
"O que vai ficar da memória do Alberto Silva é que ele foi o nosso JK. Ele implantou esse vírus da auto estima piauiense, que na minha opinião é uma das causas mais profundas do nosso atraso", disse o humorista, ao falar sobre a capacidade do engenheiro em mostrar que o piauiense é capaz de produzir mesmo em um dos Estados mais pobres do país.
 
João Cláudio aproveitou a oportunidade para abraçar a família de Alberto Silva, e disse que isso não foi possível durante o velório. "A Assembleia era um lugar pequeno para tanta gente", criticou. Em seguida, ele elogiou o deputado federal pela vontade de realizar seus ideais. "Eu sou uma pessoa que não sonho, nem dormindo e nem acordado", brincou o humorista.
 
O ex-vereador disse ainda que o mito construído em torno do ex-governador já o torna alvo para verdades e mentiras. "Vai ter gente dizendo que ele não morreu... Eu já ouvi cada coisa. O (José) Sarney disse que ele foi ministro dos Transportes", lembrou João Cláudio, sobre a gafe do presidente do Senado.
 
 
"Eu desmistifiquei Alberto Silva. A minha visão é sem paixão. É uma pessoa que vê todas as qualidades e todos os pecados graves. E é preciso ressaltar: não para diminuí-lo, porque eu acho que a trajetória da história dele está acima das circunstâncias e dos erros. Nós somos humanos e passíveis de erros", acrescentou, sem temor para dizer que o segundo mandato de governador foi "um desastre", e que o Piauí vivia "uma fantasia artificial". Ele usou o exemplo da Barca do Sal e Potycabana, e lamentou que as obras tenham sido sucateadas.
 
O último encontro dos dois, por sinal, foi no aeroporto de Brasília. Segundo João Cláudio, Alberto Silva o questionou sobre o fato de ser contra o prolongamento da estação do metrô na avenida Maranhão, "aquela trepeça que vem da Matinha até a Praça a Bandeira". Sem mudar de opinião, o humorista arrematou. "Ele sonhava realmente com aquilo ali. Mas já que tá feito, acho que deveria aproveitar".
 
 
Tags:
Imprimir