Cidadeverde.com
Esporte

Morre mulher atropelada no Rali Dakar

Imprimir

Uma mulher atropelada neste sábado durante o Rali Dakar morreu no hospital, onde deu entrada em estado crítico, revelou uma fonte médica.

"Faleceu a mulher, de 28 anos, que havia sofrido graves traumatismos de crânio e abdômen. Teve duas paradas cardíacas no traslado, mas ainda tentamos salvá-la no hospital, onde morreu pouco depois de dar entrada", disse Norberto Brusa, médico do hospital de urgências da província de Córdoba.

  • Deco Muniz/Webventure

    Uma mulher atropelada neste sábado durante o Rali Dakar morreu no hospital

A vítima fatal chegou ao hospital de helicóptero, com outros dois feridos, procedente da cidade deRío Cuarto (800 km de Buenos Aires), onde ocorreu o acidente.

"Chegou com outro jovem, de 24 anos, que apresenta fraturas graves na tíbia e na fíbula, e com uma criança, que foi levada a um hospital infantil em estado estável", revelou Brusa ao canal de televisão TN.




"Outras duas pessoas ficaram feridas no acidente, mas foram atendidas no hospital de Río Cuarto, já que seu quadro não era tão grave".

O grupo foi atropelado a 75 km da partida da especial de hoje, entre Buenos Aires e Rosário, pelo 4x4 número 418 da dupla alemã-suíça Mirco Schultis e Ulrich Leardi, que saiu da estrada.

Histórico de mortes no Rally Dakar

2010 – A argentina Natalia Sonia Gallardo, de 28 anos, que assistia ao primeiro dia da prova, morreu ao ser atropelada pelo carro do alemão Mirco Schultis, em Alpa Corral, na Argentina, no primeiro dia de prova. Outras cinco pessoas ficaram feridas no mesmo acidente.

2009 – O piloto francês morreu Pascal Terry morreu após dois dias perdido na segunda especial. A causa da morte apontada foi edema pulmonar. Quando localizaram o piloto, ele já estava morto, com comida e água ao lado e distante 15 metros da moto. Outras duas mortes foram registradas em estrada chilena. Um motorista de um caminhão que prestava assistência para a organização colidiu de frente com outro caminhão, matando os dois ocupantes.

2007 - O piloto de moto sul-africano Elmer Symons morreu após sofrer um acidente na especial entre Er Rachidia e Ouarzazate, no Marrocos. E na 14ª etapa, o francês Eric Aubijoux teve uma parada cardíaca durante o deslocamento para Dakar e foi a 51ª vítima do maior rali do mundo.

2006 - O australiano Andy Caldecott, vencedor de uma das etapas do rali, cai da moto e morre em etapa na Mauritânia. Também foi registrada a morte de dois garotos que assistiam a prova.

2005 - Um dia após o motociclista espanhol Jose Manuel Pérez morrer no hospital de Alicante, na Espanha, em conseqüência de uma queda no rali, o italiano Fabrizio Meoni, bicampeão do Dakar, em 2001 e 2002, morre aos 47 anos de parada cardíaca depois de sofrer uma queda.

2003 - O estreante navegador Bruno Cauvy morre após um acidente nas dunas da última etapa, disputada na Líbia.

2002 - Daniel Vergnes, preparador de carros da escuderia Toyota Trophy, morre durante a 11ª etapa, na Mauritânia.

1997 - O motociclista Jean-Pierre Leduc morre quando o Dakar passava por Mali.

1996 - Entre as cidades de Foum El Hassan e Smara, Laurent Gueguen morre depois da explosão de seu caminhão.

1994 - O motociclista belga Michel Sansen sofreu um grave acidente e morre.

1992 - Entre Syrte e Sabham, na Líbia, Jean-Marie Sounillac e Laurent Le Bourgeois, em um carro de assistência, capotam e morrem. No mesmo ano, o Dakar faz o motociclista Gilles Lalay outra vítima fatal.

1991 - Charles Cabannes, piloto francês de caminhão, é atingido por uma bala perdida em Mali.

1988 - Kees Van Loevezijn, navegador holandês do piloto Daf de Van de Rijt, morre por causa de ferimentos depois de ser lançado para fora da cabine de seu caminhão. O co-piloto Patrick Canado morre depois de seu carro se chocar contra outro.

1986 - O motociclista japonês Yasuo Kaneko sofre acidente e morre. No dia 14 de janeiro, um acidente de helicóptero ao sul de Níger tira a vida do criador do Dakar, Thierry Sabine, assim como outras quatro pessoas que o acompanhavam: o cantor Daniel Balavoine, a jornalista Nathaly Odent, o piloto François-Xavier Bagnoud e o técnico de rádio Jean-Paul Lefur.

1983 - Jean-Noul Pineau, com uma Yamanha, morre em acidente em Ouagadugu.

1982 - O holandês Bert Oosterhuis morre depois de uma queda com sua Yamaha.

1979 - O motociclista Patrick Dodin sofre acidente fatal em Agadez-Tahoua.


Fonte: Uol

Imprimir