Cidadeverde.com
Esporte

Dentinho garante vitória do Corinthians sobre São Caetano

Imprimir
Foi sofrido, mas o Corinthians quebrou a série de três jogos sem vencer no Campeonato Paulista. O atacante Dentinho reforçou os reservas do Corinthians no segundo tempo da partida contra o São Caetano, neste domingo, e marcou o gol da vitória por 1 a 0 aos 40 minutos do segundo tempo. Apenas 4.031 torcedores foram à Arena Barueri.



O resultado coloca o Corinthians, ao menos momentaneamente, na zona de classificação do Estadual. A equipe comandada por Mano Menezes soma agora 23 pontos, contra 20 do São Caetano, e pode voltar a se preocupar com a Copa Libertadores da América. Enfrentará o Independiente Medellín na quarta-feira, na Colômbia.

Pelo Estadual, o Corinthians retornará a campo no próximo domingo. O adversário será novamente uma equipe do ABC paulista, o Santo André, outra vez na Arena Barueri. Já o São Caetano visitará a Portuguesa no sábado, no Canindé, em busca da reabilitação.

Embora sorridente, Mano Menezes sabia da necessidade de o Corinthians ganhar do São Caetano neste final de semana. "Não dá para adiar mais esse resultado positivo", cobrou o treinador quando subiu ao gramado. Ainda assim, ele passou quase todo o primeiro tempo sentado no banco de reservas.

Se a defesa do Corinthians não dava preocupações a Mano, o ataque também não produzia o suficiente para fazer o treinador se levantar de entusiasmo. Sua equipe trocava muitos passes na intermediária, acuando o São Caetano, porém não conseguia ser incisiva a ponto de incomodar o goleiro Luiz.

Iarley e Souza se movimentavam bastante, e quase sempre paravam na marcação adversária. Recuperado de contusão muscular, o meia Danilo era o responsável por organizar o meio-campo do Corinthians, que também não tinha objetividade. Jucilei chegou a acertar a arquibancada em um chute de longe.

Como o Corinthians não criava grandes chances de gol, o centro das atenções na Arena Barueri passou a ser justamente o público. Alguns torcedores organizados entraram em conflito com a Polícia Militar após as suas faixas serem recolhidas. Outros preferiram cobrar a arbitragem por pênaltis supostamente sofridos por Souza.

Muito mais improdutivo, o São Caetano esperava pacientemente para contra-atacar. Houve espaços até para os laterais do Corinthians avançarem. Roberto Carlos empolgou ao chutar a bola por cima da marcação e continuar a jogada na linha de fundo. Foi a última vez que a torcida vibrou na primeira etapa.

Com o anúncio do intervalo após o árbitro Antônio Rogério Batista do Prado soar o seu apito, poucos corintianos vaiaram o time. Outros preferiram pedir a entrada de Dentinho. Parcialmente satisfeito com o que viu, Mano Menezes prometeu colocar Jorge Henrique em campo antes dos 20 minutos do segundo tempo.

Todos os suplentes corintianos logo começaram a fazer aquecimento, mas o time melhorou na etapa complementar. Até então apagado em campo, Morais quase colocou a bola no gol em um chute cruzado, aos 7 minutos. Pouco depois, Roberto Carlos cruzou para Souza completar na pequena área. Luiz defendeu.

A evolução do Corinthians não fez Mano mudar de ideia. Dentro do tempo previsto, Jorge Henrique substituiu Iarley. Dentinho também não demorou muito a entrar, no lugar do cansado Danilo. O técnico Roberto Fonseca tentou reanimar o São Caetano com Lucas e Talles nas vagas de Adriano e Eduardo.

A aposta de Mano Menezes demorou a dar resultado, mas não falhou. Aos 40 minutos, quando Elias já havia substituído Morais, Jorge Henrique fez boa jogada pela direita e cruzou para Dentinho cabecear para as redes. Antes irritada, a torcida do Corinthians começou a cantar e até a gritar "olé" no final do jogo.


Fonte: IG
Imprimir