Cidadeverde.com
Geral

Cico prende dois policiais civis em Teresina acusados de extorsão

Imprimir

Atualizada às 8 horas

O delegado geral James Guerra confirmou agora pouco ao Cidadeverde.com a prisão de dois policiais civis acusados de extorsão. Os policiais são da Polinter e foram presos em flagrantes pela Cico (Comissão Investigadora do Crime Organizada) tentando extorquir um possível estelionatário.

"A Polinter estava fazendo o monitoramento e os policiais estavam exigindo uma quantia em dinheiro para não prendê-lo”, afirmou o delegado geral.

Segundo James Guerra, a vítima chegou a sacar R$ 3 mil para repassar aos policiais. De acordo com o delegado, os policiais foram identificados de Paulo Alexandrino da Silva e Lourimar da Rocha Pita.

Eles estão presos na Delegacia de Proteção à Criança (DPCA), já que são policiais e deveriam ficar na Delegacia Geral, mas como lá não tem celas, eles foram encaminhados para a DPCA.

O delegado da Cico, Riedel Batista dos Santos, que preside o inquérito, disse que a Comissão recebeu uma denúncia de que policiais estariam extorquindo um rapaz e começou o monitoramento.





De acordo com ele, a extorsão foi contra um rapaz que teria sido detido acusado de dar golpe em caixas eletrônicos (chupa cabra). Ao chegar na delegacia, o delegado da Polinter teria dito no caso de envolvimento dele não era de prisão e poderia ser liberado.




Mas, os policiais teriam pego o rapaz e ficado rodando com ele em Teresina e disseram que só o liberaria se ele pagasse para eles. O rapaz disse para irem até Timon, onde sacou R$ 3 mil e deu para os policiais. Como a Cico já fazia o monitoramento, a prisão aconteceu em frente ao Terminal de Rodoviário de Teresina, onde foram presos por volta das 17 horas, de ontem (26).




“O dinheiro foi encontrado debaixo da caixa de marcha, do carro do Paulo Alexandrino”, declarou o delegado Riedel.

Durante a prisão, os policiais tiveram suas armas, as algemas e carteiras funcionais apreendidas.




Yala Sena
[email protected]

Imprimir