Cidadeverde.com
Política

Governador revela que fez cirurgia para retirar um câncer

Imprimir
O governador Wilson Martins (PSB) revelou nesta manhã que fez em São Paulo cirurgia para o tratamento de um câncer no rim. Ele, porém, garantiu que a doença foi totalmente extirpada e que o piauiense não precisava se preocupar que ele estava "firme e forte".


Fotos: Yala Sena/Cidadeverde.com



Veja o que o governador disse sobre a doença:

“Foi um achado, um feito de rotina, e era um tumor cístico, um carcinoma de células renais e foi tirado integralmente e me deram uma garantia de 95% de cura absoluta. Estou enfrentando e vou enfrentar de cabeça erguida esse problema de saúde. É um câncer de células renais, grau um, que foi retirado totalmente. Ele estava no colo superior do rim direito e crescendo de forma exocística. Foi preservado 95% do rim e todas as suas funções. Era um tumor que estava absolutamente encapsulado, sem nenhuma invasão. Foi um achado de rotina, mas estamos felizes e animados”.


Nova equipe

Na primeira entrevista após seu retorno a Teresina, o governador Wilson Martins confirmou que anunciará o novo secretariado na próxima sexta-feira e garantiu que a indicação do presidente da Codevasf - Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba - será de um piauiense do seu partido.





"Recebi um telefonema do presidente do partido, o governador Eduardo Campos, e do indicado (para o ministério da Integração), Fernando Bezerra. Eles viriam aqui para receber a indicação do governador do Piauí para a Codevasf. Será um piauiense conhecedor para ser o presidente da Codevasf. Será um socialista do Piauí", declarou na manhã desta terça-feira (28), após nomeação de 450 novos soldados. Wilson Martins disse ter cinco nomes para o posto, mas ainda não fez sua escolha. 


Sobre o secretariado, Wilson Martins tentou diminuir a ansiedade pelo anúncio dos nomes. "Estou tranquilo, estou tranquilo. A decisão é do governador do Piauí. Estou conciliando a indicação dos partidos que participaram do processo eleitoral, casado com a capacidade técnica e confiança do governador. Vamos até sexta-feira anunciando toda a equipe do primeiro escalão", afirmou. 




Depois de fazer um pedido aos novos policiais militares que combatam a corrupção e recusem "gorjetas", Wilson Martins declarou que a recomendação também vale para todos os secretários e servidores do Estado.




Saúde

Wilson Martins retornou ontem de São Paulo. Ele estava internado no hospital Sírio-Libanês desde a semana passada, onde fez cirurgia para a retirada de um cisto no rim, diagnósticado ainda em 2002. Segundo o governador, que é neurocirurgião, o câncer na célula renal, no colo do rim direito, foi retirado por completo e media 3,8 centímetros de diâmetro. Martins fez questão de afirmar que não corre nenhum perigo e "o povo do Piauí não precisa se preocupar".


Yala Sena (flash do comando geral da PM)
Fábio Lima (da Redação)
Imprimir