Cidadeverde.com
Economia

Em seis meses, mercado brasileiro vê a criação de 1,5 milhão de empregos

Imprimir
Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que nos seis primeiros meses de 2011 o mercado brasileiro viu a criação de 1,5 milhão de novos empregos. A pesquisa foi divulgada nesta semana pelo Ministério do Trabalho e emprego (MTE).


Somente no mês de junho, o país viu a formalização de 215.393 postos de trabalho. O resultado é comemorado já que representa o segundo melhor mês de junho desde o início da série histórica do Caged.

O resultado do mês representa crescimento de 0,58% em relação ao estoque de trabalhadores com carteira assinada contratados em no mês anterior. Lideram o ranking a agricultura, setor de serviços e construção civil.

Entretanto, o bom desempenho em junho é reflexo da expansão de todos os setores de atividade econômica, como a Extrativa Mineral que apresentou saldo recorde com a geração de 1.752 postos de trabalho pelo Brasil.

Sobre rendimentos
O salário médio de admissão no período apresentou crescimento real de 3,04%, em relação ao mesmo semestre de 2010. Os vencimentos passaram de R$ 874,14 para R$ 900,70 em 2011. Segundo o recorte por gênero, o crescimento real do salário médio pelos homens foi de 3,88%, ante 1,93% para as mulheres.

Lívio Galeno
Imprimir