Cidadeverde.com
Política

Governador aciona PF; Lilian chora ao chegar na Secretaria

Imprimir
O governador Wilson Martins (PSB) acionou a perícia da Polícia Federal para investigar as causas do incêndio no Centro Administrativo, que atingiu o prédio da Secretaria Estadual de Saúde do Piauí. Ele alega que existem no local processos que tratam de recursos federais. O fogo começou a se propagar no início da noite desta segunda-feira (24) e destruiu todo o imóvel na zona Sul de Teresina.

Fotos: Yala Sena/Cidadeverde.com

Além da PF, foram acionados bombeiros da Infraero que atuam no aeroporto Petrônio Portella. Todo o efetivo do Corpo de Bombeiros de Teresina foi deslocado para o local e tenta conter as chamas há quase duas horas. Ainda há preocupação para que o fogo não atinja o prédio ao lado, da Secretaria de Fazenda. 

"São perdas irreparáveis. É um incêndio de grandes proporções. Lamentamos. Estamos arrasados", disse o governador, que estava em reunião no Palácio de Karnak, sede do governo, quando foi informado sobre o incêndio. Ele foi ao local com o secretário de Governo, Wilson Brandão, e a secretária de Saúde, Lilian Martins. Muito abalada, ela acompanha aos prantos o trabalho dos brigadistas. 

Wilson Martins disse que ainda é cedo para apontar o que pode ter provocado o incêndio. A primeira suspeita é de um curto-circuito no setor de tecnologia da secretaria. 




Yala Sena (flash do Centro Administrativo)
Fábio Lima (da Redação)
Imprimir