Cidadeverde.com
Geral

Polícia investiga mãe que teria dormido e asfixiado bebê de 3 meses

Imprimir
Atualizada às 10h04 (horário local)
Milene Maria de Jesus dos Santos, 26 anos, foi conduzida na manhã desta segunda-feira (20) à Central de Flagrantes e liberada em seguida. Ela é suspeita de, acidentalmente, ter dormido por cima da própria filha, um bebê de apenas 3 meses, sufocando-a durante a noite. O caso aconteceu no Parque Brasil 2, na região da Santa Maria da Codipi, zona norte de Teresina. 

Jordana Cury/CidadeVerde.com

Criança é retirada da casa após perícia

Segundo informações da polícia, Milene apresentava sinais de embriaguez ao ser levada à Central. 

De acordo com o marido de Milene, Raimundo Vieira, a jovem havia passado a noite bebendo em casa com duas amigas. "Ela costumava dormir com os dois filhos, na mesma cama. Hoje, por volta das 5h30 ela acordou e percebeu que a bebê tinha morrido. Ela ficou apavorada, começou a gritar e foi quando eu acordei e verifiquei o pulso dela (bebê) e vi que ela não tinha mais batimento cardíaco”, conta. 

Jordana Cury/CidadeVerde.com 

Raimundo Vieira, pai do bebê 


O episódio atraiu a atenção dos vizinhos, que estão na residência. O Instituto Médico Legal retirou o bebê da casa agora há pouco, após a perícia ter verificado o local. 

A mãe foi levada à Central de Flagrantes, mas já retornou à residência. 

Jordana Cury/CidadeVerde.com 

Milene volta para casa após ir à Central de Flagrantes

"Até agora a gente não sabe como foi que aconteceu. A polícia levou ela presa, mas eu não sei se ela mesma dormiu por cima da criança", defende Raimundo. Muito abalada, a mãe não quis gravar entrevista. 

Carlos Lustosa Filho/CidadeVerde.com

Segundo o chefe de investigação do 22º DP, Paulo Silva, ao ser conduzida à Central, Milene estava com sinais de embriaguez e teria vomitado na cama. 



Flash de Jordana Cury
Carlos Lustosa Fiho e Sana Moraes (Especial para o cidadeverde.com)
Imprimir