Cidadeverde.com

Multidão acompanha procissão do Fogaréu em Oeiras

Cerca de 10  mil pessoas participaram na noite desta quinta-feira (24), da tradicional procissão do Fogaréu, em Oeiras, a 313 km ao Sul de Teresina. O momento faz parte dos rituais de celebração da Semana Santa e reúne diferentes gerações que participam da caminhada símbolo da busca por Jesus Cristo.

Além de simbolizar a saída dos soldados romanos para a prisão e crucificação de Jesus, em Oeiras, a encenação também retrata a busca por Cristo, como uma forma de manter viva a fé no coração dos fiéis.

O momento é iniciado pontualmente às 21h de quinta-feira, na Igreja de Nossa Senhora da Vitória, quando o clero e os símbolos que compõe a celebração, como a matraca e a cruz, posicionaram-se a frente da multidão de homens para iniciar o cortejo pelas ruas do Centro histórico de Oeiras. A celebração acontece há mais de 200 anos e é composta apenas por homens.

"A procissão faz alusão à prisão de Jesus Cristo pelos soldados romanos, mas, muito mais que isso, nesse momento, os homens caminham para buscar prender Jesus Cristo em seus corações. É uma caminhada muito reflexiva, marcada pela simplicidade e fé do povo sertanejo", explica o historiador Júnior Vianna.

Nas ruas calçadas pelas antigas pedras, o cortejo segue iluminado pelas lamparinas e acompanhado pelos olhos atentos das mulheres que seguem, das calçadas, a procissão, que após percorrer ruas do centro histórico, retorna à Igreja Catedral, onde acontece o Sermão do Fogaréu, que este ano foi proferido pelo padre Carlos Danilo de Araújo Santos, da Diocese de Picos.

Fonte e Foto: Mural da Vila