Cidadeverde.com

Vítima de bala perdida estava trabalhando e era jogadora de futebol em Ilha Grande

Foto: Jonys Phb


A população de Parnaíba e do litoral vive clima de comoção com a morte da jogadora de futebol, Maria Letícia Santos Costa, 23 anos, que foi vítima de bala perdida durante tiroteio ontem (20), no centro de Parnaíba, a 318 km de Teresina.

Maria Letícia estava trabalhando em uma loja de aparelhos celulares quando foi atingida por um tiro. Os disparos aconteciam a um quarteirão devido um assalto a outra loja de celulares. No tiroteio, duas pessoas morreram, Maria Letícia e um dos suspeitos do assalto. Duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para o hospital.    

Maria Letícia era jogadora do time de Ilha Grande de Santa Isabel. Ela integrava o clube há cerca de dois anos e morava no bairro Vermelho. O IML confirmou que Letícia não estava grávida como foi cogitado durante sua morte. 

A presidente da Liga Parnaibana de Futebol Feminina, Ana Paula Pereira de Sousa, informou ao portal Cidadeverde.com que os clubes estão todos consternados com a morte de Maria Letícia. 

“Estamos todos arrasados. É uma perca muito grande. É uma jogadora que vai fazer falta. Muito triste. A Liga abraça a família de Letícia e vamos ajudar no que for preciso”, disse Ana Paula.

A presidente da Liga conta que Maria Letícia era uma jogadora versátil.

“Onde colocasse, ela jogava. Ela jogava na zaga, como meio campo, na lateral. Todos da Liga estamos impactados com sua morte”, disse Ana Paula.

Ana Paula contou que em um ano a Liga Parnaibana já perdeu cinco jogadoras para a violência, covid e suicídio. 

 

 

 

Na rede social do Clube, a direção lamentou a morte e disse que Maria Letícia tinha “sorriso meigo e era encantadora menina que aonde chegava trazia junto alegria e boas histórias”.

“Hoje nossa família Santa Isabel está em pedaços pois a covardia e a crueldade do ser humano levou uma de nossas meninas. Letícia como você vai deixar saudade pra cada pessoa dessa família. Iremos guardar cada momento e cada sorriso seu em nossos corações. Você foi uma atleta e amiga sem igual, obrigada por tudo nossa foguetinha. Pra sempre em nossos corações”. 

 

 

 

 

 

Flash Yala Sena
[email protected]