Cidadeverde.com

Equipe do CEIR móvel realiza atendimentos até quinta-feira(29) em Esperantina

A equipe do CEIR móvel já está na cidade de Esperantina para realizar durante os dias 27, 28 e29 atendimento em pacientes que necessitam de prótese, órtese, cadeira de roda, bota ortopédica e outros equipamentos.


A equipe foi recepcionada pela primeira dama Cleonice Carvalho e equipe da secretaria de saúde. De acordo com o coordenador da psf o enfermeiro Cristiano Lages já está tudo agendado com os pacientes durante os três dias serão atendidos 04 psf por dia, além dos municípios vizinhos que virão.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Educação de jovens e adultos é destaque em Esperantina

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é a modalidade de ensino nas etapas dos ensinos fundamental e médio da rede escolar pública brasileira e adotada por algumas redes particulares que recebe os jovens e adultos que não completaram os anos da educação básica em idade apropriada por qualquer motivo (entre os quais é frequente a menção da necessidade de trabalho e participação na renda familiar desde a infância).


É importante lembrar que a educação de jovens e adultos está tendo uma preocupação maior atualmente. 

No início dos anos 90, o segmento da EJA passou a incluir também as classes de alfabetização inicial. No Brasil, o campo consolidou-se com influência das ideias do educador Paulo Freire e em forte relação com o movimento de educação popular.

O segmento é regulamentado pelo artigo 37 da Lei de Diretrizes e Bases da educação (a LDB, ou lei nº 9394. de 20 de Dezembro de 1996). É um dos segmentos da educação básica que recebem repasse de verbas do FUNDEB.

Em Esperantina a Rede Municipal de Ensino contempla cinco escolas que trabalham com esta modalidade: 

Zona Urbana: E. M. São Benedito (Bairro Rural), Gervásio Lages (Avenida São José), Maria Pinheiro de Castro (B. Nova Esperança) e Maria das Graças (Conjunto Palestina). Na zona rural: E. M. Estevam Ferreira da Costa (Sitio do Alegre).

Ao todo são atendidos 336 alunos, contando com 31 professores em 15 salas de aulas, todas funcionando na parte noturna.

Todos os anos os alunos que concluem o EJA participam das atividades de formaturas juntamente com os alunos do Ensino Fundamental.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Esperantina realiza campanha de prevenção do câncer de mama e do colo do útero.

Uma equipe de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Esperantina, lotada no Posto de Saúde do Bairro Fazendinha, realizaram na última sexta-feira (22), a 3ª campanha de combate a prevenção do câncer de mama e do colo do útero, daquele Bairro.


De acordo com o Enfermeiro Paulo Ricardo Quaresma Nazion, além dos exames de prevenção do câncer de mama e do colo do útero, as mulheres do referido Bairro realizam também tratamentos odontológicos, e participam também de palestras e no final concorrem ao sorteio de vários brindes.


Paulo Ricardo informou ainda que a campanha é realizada uma vez por vez e na oportunidade são atendidas cerca de 40 mulheres.


Fonte: Jornalesp

Prefeito é convidado a participar de cerimônia em alusão ao dia da Síndrome de Down

Representando o município de Esperantina, o prefeito Chico Antônio foi convidado a participar da cerimônia em homenagem ao Dia internacional da Síndrome de Down, na manhã desta quarta-feira( 21), no Congresso Nacional, em Brasília- DF. Esperantina é a única cidade do Brasil a instituir uma secretaria dedicada a pessoas com deficiência. 


Entre as autoridades que participam do evento se encontram o senador Wellington Dias (PT-PI), o deputado federal Romário (PSB-RJ) e o senador Lindberg Farias (PT-RJ).

Criada em 2009, a secretária surgiu baseada em dados do IBGE ( Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que contatou que cerca de 15% da população, ou seja 7000 pessoas, sofrem com algum tipo de deficiência.

“Atendemos mais de 500 pessoas com as mais diversas dificuldades. Distribuímos próteses, realizamos cursos de capacitação com o intuito de convencer comerciantes a aderirem as rampas de acessibilidade, fazemos seminários em escolas, enfim, estamos oferecendo oportunidade das pessoas com deficiência tenham uma vida menos difícil”, contou o prefeito de Esperantina, Chico Antônio.

Graciane Sousa ( Especial para o cidadeverde.com)
cidades@cidadeverde.com

Professores de Esperantina recebem gratificação do Fundeb

A secretária municipal de Educação de Esperantina, Vilma Amorim, anunciou nesta terça-feira (20), que os professores da rede municipal de ensino receberão uma gratificação com recursos advindos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) que não não foram investidos na área. 

De acordo com a secretária, cerca de R$ 152 mil de repasses do Fundeb não foram utilizados e a administração resolveu dividir entre os professores em forma de abono.“Não se trata de 14º salário, nem aumento salarial, trata-se de um rateio de sobras de recursos que não precisaram ser investidos em outras áreas", disse a gestora. 

O prefeito de Esperantina, Chico Antônio, disse que os recursos do Fundeb são utilizados para pagamento de professores  e investimentos em obras de infra-estrutura. "Após o balanço de 2011, percebemos que mesmo com os investimentos realizados tínhamos dinheiro em caixa e resolvemos fazer esta complementação", explicou. 
 
Cerca de 460 professores serão contemplados com valores que variam entre R$ 150 reais a R$ 600, dependendo da classificação, nível e carga horária de cada professor.

Vilma Amorim contou ainda que está seguindo todo o planejamento feito para a educação municipal e que os investimentos no primeiro semestre deste ano chegam a quase  R$ 1,5 milhão. “Nesse instante estamos com reformas e ampliação em 23 escolas e no prédio da biblioteca, já está garantido todo o material, merenda e transporte escolar para o ano todo. Tudo o que foi planejado está sendo cumprido” afirmou.

Ainda  durante mês de março, 06 das 23 escolas que estão em obras deverão ser entregues nas comunidades Mundo Novo, Jacaré da Vermelha, Mocós, Lagoa da Caiçara, a escola Meire Fernandes,na Vila da Paz e a escola Maria Pinheiro, no bairro Nova Esperança.

Graciane Sousa( Especial para o cidadeverde.com)
cidades@cidadeverde.com


Professores da rede municipal de ensino recebem treinamento para alunos especiais

Professores da Rede Municipal de Ensino do município de Esperantina que trabalham com alunos com necessidades educacionais especializadas (auditiva) iniciaram no último sábado, dia 17 de março, uma série de encontros que visa orientá-los para o trabalho em sala de aula.


Vale ressaltar que a Rede Municipal de Ensino acolhe hoje muitos alunos especiais, sejam com deficiência auditiva, visual ou intelectual.

A Coordenação Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação na responsabilidade da professora especialista em psicopedagogia Socorro Miranda está acompanhando esses professores. Ela informou que foram trabalhados no primeiro encontro adequações no currículo para atender os alunos e como avaliá-los. Também foram feitas atividades com os professores, em libras.

O próximo encontro ocorrerá com professores que trabalham com alunos portadores de deficiência visual e posteriormente serão capacitados os professores que lidam com alunos com deficiência intelectual. As datas dos próximos encontros ainda não foram definidas.

Da Editoria de Cidades
Cidades@cidadeverde.com

Polícia encontra ossada humana de homem desaparecido há cerca de 2 anos

Policiais do 13º Distrito Policial da cidade de Esperantina, a 174 quilômetros de Teresina, encontraram nesta sexta-feira (16) uma ossada humana de um homem desaparecido há cerca de 2 dois. O corpo era de um rapaz identificado como Daniel, conhecido como Gaivota.

Fotos: Jornalesp.com
Ossada encontrada.

“Chegamos até a ossada dele porque conseguimos prender o assassino do Gaivota. Trata-se de Francisco Girleno Amorim Carvalho, o Leno. Ele confessou que matou o rapaz porque ele lhe devia R$ 150”, informa o chefe de investigação do 13º, Francisco José.

A ossada humana foi encontrada na localidade conhecida como Bonfim, a cerca de 15 quilômetros de Esperantina. Francisco Girleno já tinha passagens pela polícia e um mandato de prisão em aberto.

Daniel "Gaivota", a vítima.

“Ele estava sendo acusado de roubo seguido de tentativa de estupro contra uma moça aqui na cidade. Logo após a esse caso ele teria sumido da cidade. A família dele disse que ele estava em São Paulo (SP), mas conseguimos descobrir que ele estava em Açailândia (MA)”, disse Franciso José.

Segundo relatos da polícia, o acusado confessou que atraiu a vítima para o local do crime usando a justificativa que lá ele iriam furtar algumas galinhas. Ao encontrar os restos mortais de Daniel, Francisco Girleno confessou tudo.

Francisco Girleno, o acusado.

“Ele que indicou o local. Lá ainda estavam o crânio, algumas costelas e fêmur da vítima, além de alguns vestígios de roupas que ajudaram a identificar a vítima. Mas o delegado vai enviar os restos mortais para o IML de Teresina para análise”, explica o chefe de investigação do 13º DP.

Francisco Girleno foi encontrado em uma localidade conhecida por Massapé. O acusado encontra-se preso em Esperantina, mas deve ser recambiado para a penitenciária de Teresina nos próximos dias. 

Restos de roupas da vítima.

Lívio Galeno
liviogaleno@cidadeverde.com

Prefeitura entrega veículo para Centro de Atenção Piscossocial

A prefeitura de Esperantina através da Secretaria de saúde adquiriram um veículo para o CAPS (Centro de Atenção Piscossocial) que foi recentemente inaugurado e está atendendo a população da cidade de Esperantina com uma equipe profissionais totalmente treinada e capacitada.

                    Veículo do CAPS em Esperantina (Foto: Ascom)

A sede do CAPS fica na Avenida Juarez Távora no centro da cidade ao lado do colégio David Caldas e funciona de segunda a sexta manhã e tarde, conta com atendimento com enfermeira, psicóloga e médico psiquiatra que é o renomado médico Dr. Xavier. O prefeito Chico Antonio fez a entrega do veiculo ao lado do secretário Francisco Santana.


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Moradia: Plano de Habitação está em fase conclusiva

A Prefeitura Municipal de Esperantina, em parceria com o Ministério das Cidades está elaborando o Plano Local de Habitação de Interesse Social. Nesta quinta-feia (01), no auditório da Secretaria Municipal da Educação, aconteceu mais uma rodada de reuniões com técnicos de várias secretarias da prefeitura e da empresa de consultoria, responsável pelo elaboração do projeto.

De acordo com Lucilene Aguiar, socióloga responsável pela coordenação do projeto, o Plano de Habitação é o estudo que deve apontar todas as carências da população de Esperantina no campo da habitação, bem como de toda a ocupação do solo urbano e estará pronto nos próximos 60 dias, para ser encaminhado à Caixa Econômica Federal.

“O Plano de Habitação é um documento orientador para as ações da prefeitura e do governo federal nas políticas públicas de habitação, já cumprimos as primeiras etapas, fizemos quase toda a zona urbana e agora vamos marcar nossas reuniões na zona rural da cidade” afirma.

A secretária para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Cleonice Carvalho, enumerou alguns pontos que dificultam o acesso da população aos programas de moradia."Durante a elaboração desse plano, já nas primeiras etapas, foi possível identificar vários problemas ainda enfrentados pela população. Um desse problemas é a regularização de imóveis e das próprias pessoas que ainda não possuem casa, por isso precisamos mobilizar várias áreas na prefeitura para cruzar dados informativos como o Cadastro Único do Bolsa Família ou da Secretaria da Saúde” avalia.

Fonte: APPM

Convênio deve firmar parceria com a Eletrobrás

Em audiência realizada na manhã desta quinta-feira (23),o prefeito de Esperantina, Chico Antonio, acertou os detalhes da proposta que deve compor o convênio entre a Eletrobrás e a prefeitura municipal para instalação da rede de energia elétrica no conjunto Bernardo Rego. Pela proposta, a Eletrobrás entraria com todo o material necessário e a Prefeitura com uma contrapartida da mão-de-obra e parte dos materiais como ferragens, pré-formados e aterramentos.


De acordo com o diretor assistente da Diretoria de Planejamento e Expansão da Eletrobrás, Luiz Carlos Coelho, essa contra partida da prefeitura deve ficar em torno de 30% do valor total do projeto e, caso seja firmado convênio, facilitará para Eletrobrás, por que a empresa já dispõe do material necessário como postes, fios e outros componentes necessários para a implantação da rede de energia.

Para o prefeito Chico Antonio, essa é uma boa proposta, pois mostra que a Eletrobrás está realmente querendo ajudar Esperantina e que pretende resolver o impasse da forma mais rápida possível.

“Se fossemos ainda esperar pela programação normal de obra da Eletrobrás, tendo que recorrer a uma licitação federal, levaria no mínimo 6 meses, dessa forma de convênio, onde a prefeitura licita só a mão de obra e pequena parte dos materiais, o projeto será realizado em menos tempo. Já estamos levando água para o Bernardo Rego, agora vamos levar a energia” garantiu.

Presente à reunião, o assessor da prefeitura de Esperantina, Pe. Ladislau,  informou que o setor jurídico da prefeitura já foi acionado para elaboração da minuta de convênio, onde deve ser atualizado todo o projeto inicial, de modo a atender à proposta apresentada pela Eletrobrás.


Da Redação
redacao@hotmail.com

Posts anteriores