Cidadeverde.com

Tem início a 16ª Marcha Contra a Corrupção e Pela Vida

A Força-Tarefa Popular (FTP) inicia nesta terça-feira (17) a 16ª Marcha Contra a Corrupção e Pela Vida. O percurso será de Picos a Teresina e serão cerca de 320 km e 20 dias de caminhada.  A solenidade de envio dos marchantes acontecerá às 09h30 na Praça da Liberdade, ao lado do Palácio de Karnak, centro da capital. O objetivo principal da Marcha neste ano é cobrar a efetivação dos Planos de Governo dos prefeitos eleitos, tendo como base informações disponibilizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Durante estes dias, serão percorridos os municípios de Picos, Dom Expedito, Ipiranga, Inhuma, Valença, Elesbão Veloso, Passagem Franca, Barro Duro, Monsenhor Gil, Demerval Lobão e Teresina. O desenvolvimento da ação se dará dentro do Projeto Elenaldo Teixeira, tendo como objetivo fortalecer o poder local para mudar o global. Maiores esclarecimentos serão apresentados na solenidade.

“Esta marcha será um marco para o Direito Eleitoral. A cobrança dos Planos de Governo dos prefeitos eleitos vai trazer efetividade a um requisito da lei que pouco é usado. Há um contrato jurídico celebrado entre eleitor e o eleito. O eleitor entrega ao prefeito toda estrutura para cumprir seu plano, inclusive servidores, carros, etc, além de uma boa remuneração. Ao cobrar a efetividade do plano estaremos aperfeiçoando a democracia e o direito eleitoral. O impacto na vida política brasileira será sentida em breve com a consolidação desta nova cultura que nasce com a Marcha”, disse o coordenador do movimento, Arimateia Dantas.

Ao final da solenidade, os marchantes serão enviados e devem chegar em Picos por volta das 18h, onde serão acolhidos no auditório da UESPI, localizado no bairro Junco, por diversas entidades. Contato (86) 99987-2004 - Arimateia Dantas.

Sobre a marcha

A Marcha tem como tema “fortalecendo a ética nossa de cada dia”. Neste sentido, buscará despertar a sociedade para refletir o comportamento pessoal de cada um. De acordo com Arimateia Dantas, pequenos desvios abrem e fazem o caminho da corrupção. “Jogar papel no chão, falar ao celular quando dirige, colar nas provas, passar ao lado do quebra-molas, etc. O comportamento pessoal influi no global”, destaca.

Fonte: Ascom