Cidadeverde.com

Bom Jesus: acidente com ônibus deixa dois mortos e seis feridos na BR-135

Atualizada às 11h34

Um acidente com um ônibus da empresa Guanabara deixou dois mortos e seis feridos na BR-135, próximo ao município de Bom Jesus. A agente Janaína Brito, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), informou que uma saída de pista com tombamento causou o acidente por volta das 4h40, desta quarta-feira (23). 

Segundo ela, o motorista do ônibus informou que seguia da cidade de Barreiras a Cristino Castro quando uma carreta que seguia em sentido contrário acabou invadindo um trecho da pista em que o ônibus estava. "Ele tentou desviar um pouco, puxando o ônibus para o lado, mas a estada não possui acostamento e o desnível no local é muito grande, então ele já saiu da pista tombando", informou.

A empresa Guanabara informou que oito pessoas estavam no veículo e uma idosa - Margarida Pereira Teixeira - morreu no local. Outro passageiro em estado grave chegou a se socorrido e foi conduzido para Teresina, mas morreu a caminho da capital. Apenas o motorista ficou sem graves lesões após o acidente e chegou a conversar com a PRF. 

"Ele informou que ainda tentou sair, mas não conseguiu evitar que o ônibus tombasse. Ele está bem e fora de risco", informou a agente. 

A direção do Hospital Regional Manuel de Sousa Santos, de Bom Jesus, informou que a unidade de saúde recebeu alguns dos passageiros feridos no acidente. Dois deles estão em estado grave e um rapaz, de 24 anos, em situação mais crítica, está sendo transferido para Teresina por meio do Samu aéreo. A direção realizará um levantamento para informar o estado de saúde de todos os pacientes que estavam no ônibus. 

A assessoria de imprensa da empresa Guanabara declarou que até o momento a empresa não conseguiu contato com a PRF e possui poucas informações sobre o acidente. Uma equipe já se deslocou ao local para prestar auxílio aos passageiros e ao motorista. A empresa tem a confirmação de apenas um óbito. Sobre a causa do acidente, a informação também é de saída de pista e tombamento. O ônibus partiu de Brasília (DF) e seguia para Sobral (CE). 

Pista sem acostamento

Janaína destacou que a União, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) poderá ser responsabilizada pelo acidente. "A pista precisaria ter um acostamento exatamente para situações desse tipo, em que o veículo precisasse sair da pista, porque a pista é bastante estreita, possui apenas 5,7 metros", explicou.

Maria Romero
redacao@cidadeverde.com