Cidadeverde.com

Marcos Elvas entrega duas novas ambulâncias e visita obras nesta quinta-feira

O prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas, cumpriu intensa agenda nesta quinta-feira (19). Pela manhã, o gestor visitou obras da Unidade Básica de Saúde do Morro do Frei, visitou localidades com precariedade de abastecimento de água e realizou visita à Unidade Escolar Marlene Piauilino para assistir à apresentação do grupo Dança Eficiente. À tarde, Marcos entregou duas novas ambulâncias ao Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). 

“Tivemos mais um dia de muito trabalho e de realizações para os bonjesuenses. Com grande satisfação, entregamos duas novas ambulâncias que irão melhorar os serviços da nossa rede de saúde. A comemoração de hoje é resultado de diversas audiências que tivemos no Ministério da Saúde e do apoio parlamentar do senador Ciro Nogueira”, comentou, ladeado pela vice-prefeita e secretária de Saúde, Cledja Moreno Benvindo. “A equipe da saúde realiza um trabalho de excelência, graças a profissionais dedicados. Nosso agradecimento a todos vocês”, acrescentou.

Iniciando sua agenda desta quinta-feira, Marcos Elvas visitou, ao lado de Cledja Moreno Benvindo e do secretário de Infraestrutura, Neto Pinheiro, a obra da UBS do Morro do Frei e disse estar satisfeito com o andamento da construção, mas cobrou celeridade para que a obra seja entregue o mais rápido possível, atendendo, assim, à demanda do bairro e áreas vizinhas. 

O prefeito também visitou, juntamente com técnico da Agespisa, regiões da cidade que contam com abastecimento de água precário. “Como a Agespisa não tem previsão de recursos para investimentos em Bom Jesus, nós estamos empenhados na busca por investimentos na área; então, estamos fazendo a identificação das regiões com maior carência”, explicou o prefeito. 

Em alusão ao Dia da Dança, 29 de abril, o grupo Dança Eficiente apresentou o espetáculo “Todos por Um” para alunos de 4 a 9 anos da Escola Municipal Marlene Piauilino, na presença do prefeito e da secretária municipal de Assistência Social, Cláudia Rocha. “A meninada ficou encantada e nós também pudemos nos emocionar com a beleza da dança e do exemplo de vida dos cadeirantes. Devemos ensinar a nossas crianças desde cedo o valor da inclusão”, comentou Marcos Elvas após a apresentação.

Fonte: Ascom