Cidadeverde.com

Penitenciária do Piauí com 130 presos fica desabastecida de alimentos


Foto: Portal B1

Sem carne, frango e demais frios, além de alimentos não perecíveis. Essa era a realidade da Penitenciária Regional Dom Abel Alonso Núñez (PRDAAN) há, pelo menos, uns dois dias, quando  veio a público um ofício, assinado pelo gerente da unidade, Ronnald Alves Tenório de Oliveira, denunciando a situação.

Localizada em Bom Jesus, região Sul do Piauí, a penitenciária está com lotação de 130 internos. A quantidade supera a recomendada para o espaço, que é de apenas 76 presos em regime fechado. Esse pode ser um dos motivos para que os mantimentos acabem antes do tempo previsto.  

No documento, o gerente ressalta que a falta de alimentos "pode interferir nas atividades diárias, pois a falta de alimentação pode gerar tumulto nos pavilhões".

"Portanto, pedimos encarecidamente que tome às providências cabíveis para solucionar tal fato", diz o ofício enviado ao secretário de Justiça. Daniel Oliveira.

Ao que tudo indica, o caso foi solucionado. Em ofício datado nesta quinta(27) para o secretário de Justiça, o gerente da PRDAAN, Ronnald Tenório afirmou que a unidade está "operando normalmente e com os abastecimentos devidamente feitos".

Sobre a demanda por suprimento, a Secretaria de Justiça (Sejus) ratificou, por meio de nota, que a unidade foi reabastecida.

 


Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com