Cidadeverde.com

Jibóia de 2 metros é encontrada em escola no Centro de Campo Maior

Fotos: Defesa Civil de Campo Maior

Uma jiboia com mais de 2 metros foi encontrada em uma escola na tarde de segunda-feira (10) no Centro do município de Campo Maior, a 84 km de Teresina. O animal foi capturado e colocado em uma área longe da zona urbana.

O animal foi encontrado por trabalhadores que estão realizando uma reforma no Colégio Estadual Professor Raimundinho Andrade, no centro de Campo Maior, que atualmente não está funcionando devido às obras. 

O coordenador da Defesa Civil de Campo Maior, Arnaldo Aragão, informou que a cobra estava em uma árvore e uma equipe foi até o local.

“Essa escola está sendo reformada e os trabalhadores encontraram ela em um pé de manga. Nossa equipe foi ao local e encontramos essa jiboia, que tem cerca de 2,20 metros, bem grande e que já tem uma idade avançada. Foi difícil subir no pé de manga, mas deu tudo certo e fizemos a remoção dela, sem maltratar o animal”, explicou.

A jiboia foi levada para uma área longe da zona urbana. “Sempre que fazemos a remoção de animais silvestres colocamos em uma região da zona Rural, a cerca de 7 km da cidade. A área que gosto de colocar é na região do rio Longá, que tem muita água e não seca, é um bom ambiente para os animais”, destacou Arnaldo Aragão, da Defesa Civil.

Ele explicou que não é normal o aparecimento de cobras na zona urbana, mas que neste ano já foram atendidas 15 ocorrências relacionadas a jiboias. Ele pediu que a população acione a Defesa Civil e que não maltrate o animal.

“A jiboia é mansa, quando ela se aproximar ou se a pessoa ver o animal, não se deve maltratar e nem matar. É um animal doce, calmo, é só chamar a Defesa Civil que nós resgatamos. Essa cobra é importante para o equilíbrio da natureza, no controle de pragas, então não tem porque fazer algum mal ao animal”, pontuou.

A Defesa Civil de Campo Maior pode ser acionada pelo (86) 99535-9729.


Bárbara Rodrigues
[email protected]