Cidadeverde.com

Projeto Cidadania Ativa leva serviços a Campo Maior e Prata do Piauí

Na sexta-feira (4) e no sábado (5), o Projeto Cidadania Ativa, mantido pela Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Sasc), desenvolveu ações nas cidades de Campo Maior e Prata do Piauí. Praticamente todos os serviços disponíveis no projeto foram disponibilizados aos campomaiorenses e pratenses. 

Nos dois dias de atividades, foram realizados cerca de 700 atendimentos. Assim como na maioria dos municípios atendidos pelo Projeto Cidadania Ativa, a população dos dois municípios teve acesso, de forma gratuita, aos serviços de assessoria jurídica; orientação nutricional; alistamento militar; expedição de carteira de identidade; orientação sobre os programas sociais Bolsa Família e Passe Livre; recreação infantil com brincadeira de criança, pintura de rosto, contação de histórias e penteados e ainda oficina de beleza, com o serviço de manicure, corte de cabelo, limpeza de pele, hidratação e beleza negra.

Nas duas cidades, o secretário de Estado da Assistência Social e Cidadania, Henrique Rebelo, foi representado pelo coordenador da Pessoa com Deficiência da Sasc, Claude Girão. A solicitação do Projeto Cidadania Ativa para a cidade de Campo Maior foi do prefeito Paulo Martins, já para Prata do Piauí foi o vereador Chico Chagas.

Na sexta-feira, em Campo Maior, dona Maria, de 83 anos, tirou a primeira via da carteira de identidade e se emocionou ao falar da possibilidade de poder tirar o documento. “Pensei que eu ia morrer sem tirar minha identidade, mas, graças a Deus e a Sasc, estou podendo fazer isso hoje e de forma gratuita”, enfatizou.

Já, no sábado, o pratense conhecido como Caçulo pôde agradecer pelo novo visual. “Depois de ficar mais bonito cortando meus cabelos, irei dar uma volta na cidade durante os Festejos de Nossa Senhora da Conceição”, disse contente, o morador de Prata do Piauí.

Em Campo Maior, dona Maria, de 83 anos, tirou a primeira via da carteira de identidade.( Foto: Ascom Sasc)“Sei que o que estamos fazendo não é o suficiente para atender todas as necessidades do nosso povo, mas, como sempre orientou o nosso governador Wellington Dias, iremos continuar fazendo o melhor possível para chegarmos o mais próximo disso e vamos chegar lá”, afirmou o secretário da Sasc.

Em dez anos de existência, o Projeto Cidadania Ativa já atendeu mais de 57 mil pessoas e visitou quase todos os municípios do Piauí. No próximo dia 12, será a vez da cidade de São Raimundo Nonato, no Sul do Piauí, receber o projeto Cidadania Ativa. 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com