Cidadeverde.com

Candidato faz campanha com número errado e descobre na urna

No município de Jatobá do Piauí, o candidato Waldeck Eduwirgem trabalhou toda a sua campanha com o número 14111, mas foi pego de surpresa ao chegar na cabina de votação neste domingo (02). Ao digitar o seu número para votar, ele descobriu que seu número era considerado como candidato inexistente na urna eletrônica, tudo porque sua candidatura na verdade foi registrada com o número 14567. Em 2012 o candidato utilizou na urna o número 14111, talvez por isso a confusão.

"A surpresa foi hoje na hora de votar que colocaram o número dele e apareceu candidato inexistente. Todos se assustaram e quando consultamos a listagem dos candidatos vimos que na verdade o número que ele estava registrado era outro. Temoa a ata da convenção no dia 4 de agosto e tudo da campanha foi trabalhado em volta desse número", explicou Antônio José de Oliveira, representante da coligação "Quando o Povo Quer, A mudança Vem", da qual o candidato faz parte.

Antônio explica que a contadora da coligação foi quem realizou os registros das candidaturas, mas mesmo assim ele não a considera responsável pelo equívoco. "Eu não consigo atribuir de quem foi a culpa, mas segundo a contadora o cartório deveria ter notificado a coligação com os números oficiais do candidato", pontuou o representante.

Antônio disse que a coligação, orientada por uma advogada, permanece votando nos números do candidato, mesmo invalidados, e que entrará com um requerimento para que esses votos sejam contabilizados. "Acreditamos que as urnas emitem um relatório e conseguem identificar esse voto", concluiu o representante da coligação.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com