Cidadeverde.com

Prefeito eleito de Campo Maior diz que administrará com cautela

O prefeito eleito de Campo Maior, Professor Ribinha, já sabe que vai ter dificuldades assim que assumir o mandato em janeiro de 2017. A crise econômica e a consequente queda de receita são apontados por ele como os entraves para a gestão.

"Administrar um município está cada vez mais difícil por causa da queda de receita e a instabilidade econômica que dificulta todos os gestores. A maioria dos prefeitos do Brasil vive sufocado. Nós que vamos iniciar também vamos passar por isso. Temos que ter jogo de cintura e engenharia para trazer resultados melhores para a população", disse durante entrevista ao Jornal do Piauí.

Segundo ele, o momento é de transição e de análise da situação atual do município. "Estamos vivendo a fase da transição. Estou buscando  todo o diagnóstico, a questão de pessoal, funcionários efetivos, para que a gente possa planejar os ajustes em 2017 e fazer o equilíbrio", disse, destacando a cautela e planejamento na hora de governar.

"Muita cautela, planejamento. É um relacionamento de despesas e receitas para ajudar no que for possível e garantir já no início da gestão o equilíbrio. A cada gestão a população cria uma expectativa. Nossa missão é criar as condições de melhorar", declarou.

Do mesmo partido do governador, o prefeito eleito promete parceria com o Executivo estadual. "Vamos estreitar a parceria com o governo do Estado. Mais ações para a cidade de Campo Maior", concluiu.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com