Cidadeverde.com

Delegacia registra três fugas e delegado faz desabafo: ‘viola os Direitos Humanos’

Foto:Portal de Campo Maior

O delegado titular da Delegacia Regional de Campo Maior, Anchieta Nery, informou ao Cidadeverde.com que, na noite dessa segunda-feira (03), 12 presos detidos na carceragem da unidade policial tentaram fugir. A ação só não teve sucesso porque agentes perceberam e conseguiram evitar a fuga a tempo.  

Só neste ano, a Delegacia de Campo Maior registrou três fugas. Ontem, os presos quebraram azulejos da estrutura do banheiro da cela e cavaram um buraco na parede que dá acesso a um pátio externo do presídio.

Segundo o delegado, a superlotação da delegacia e a “péssima” estrutura da carceragem são responsáveis pelas ocorrências de fugas. “Foram três fugas só neste ano e eu considero esta quantidade absurda. Os bandidos já sabem da fragilidade e se aproveitam disso”, disse o delegado. 

O delegado critica o não recambiamento dos presos para o sistema prisional do Estado. Segundo ele, todos os 12 que estão detidos na unidade policial possuem decisão do Poder Judiciário determinando suas transferências para as unidades prisionais.

“A permanência de presos nas delegacias é inadequada porque afasta os agentes da sua missão primordial , que é estar nas ruas investigando. Além do que, viola os Direitos Humanos dos presos, uma vez que as delegacias não têm estrutura para oferecer banho de sol, visitas, atividade laboral. Esta situação será mais uma vez formalmente noticiada ao Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e Secretário de Justiça, para que adotem providencias no âmbito de suas responsabilidades”, reclamou o delegado.  

Buraco feito na noite de ontem por presos da Delegacia de Campo Maior


Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com