Cidadeverde.com

Volume de chuvas já é o maior dos últimos 10 anos em Campo Maior

 

O prefeito Professor Ribinha decretou, em Campo Maior, Situação de Emergência por causa das intensas chuvas que provocaram o transbordamento de rios que cortam a cidade. Cinco bairros estão alagados e pelo menos 65 famílias já foram retiradas das áreas de risco e levadas para abrigos da Prefeitura.

Com o município em Situação de Emergência, o prefeito Professor Ribinha adotou várias providências para amenizar os efeitos das cheias dos rios Surubim, Jenipapo, Longá e Pintadas, que atingiram os bairros de Flores, Flor do Campo, Califórnia, São João e Vila Papi.

Equipes da Secretaria de Assistência Social e Defesa Civil passaram toda essa quarta-feira, 11.04, retirando famílias das áreas de risco, abrigando em locais seguros. No local estão sendo distribuídos alimentos e remédios.

O prefeito Ribinha disse que vai solicitar auxílio emergencial aos governos Estadual e Federal. “Com a decretação da Situação de Emergência na cidade por causa do agravamento das chuvas e com ampliação das áreas atingidas, é necessário que tenhamos o auxílio do Governo do Estado e do Governo Federal”, destaca Ribinha.

O superintendente da Defesa Civil, Edilson Silva, revela que esse é o maior período chuvoso dos últimos 10 anos. A Defesa Civil contabilizou nesses primeiros dias de abril o maior volume de chuvas de todo o ano de 2018. “Já choveu 452 milímetros só nesses primeiros 11 dias equivalendo a todo o mês de abril”, revela.   

Fonte: portaldecampomaior