Cidadeverde.com

Colombiana é detida suspeita de usar garotas na exploração de jogos de azar

Uma colombiana identificada como Natália Claros foi detida suspeita de exploração de jogos de azar  utilizando garotas, algumas menores de idade. A prisão ocorreu nesta quinta-feira (25) em Campo Maior, no interior do Piauí. De acordo com a PM, ela morava há cerca de dois anos na cidade e é investigada também por prostituição. 

"Estávamos em rondas pelo centro comercial quando nos deparamos no mercado público com cerca de 30 jovens uniformizadas e que estavam comercializando cartelas de um jogo de azar. Verificamos quem era a responsável pelas garotas e identificamos essa colombiana", explica o major Etevaldo Alves, comandante do 15º BPM. 

As menores de idade foram flagrados comercializando cartelas de jogos. Há ainda a denúncia que o grupo liderado pela estrangeira faria agiotagem e usavam da violência na cobrança dos empréstimos ilegais.

"Ela e outros colombianos têm costume da prática de jogos de azar, considerado contravenção penal, e também agiotagem e que no momento da cobrança aos devedores agiam com violência. Ela foi conduzida à delegacia para prestar esclarecimentos", reitera o militar.

O comandante acrescenta que existe um inquérito policial para apurar a exploração das garotas também em prostituição.

"Uma investigação que já tinha sido iniciada por conta do suposto uso dessas garotas também para a prática de prostituição em Campo Maior. Além de que no grupo havia menores de idade o que é proibido por lei", conclui o comandante da PM. 

 

Com informações Notícia da Manhã
redacao@cidadeverde.com